Adolescente que publicou anúncio “vendendo” negros é detido


venda de negros 2

Após a polícia conseguir, através de notificação oficial,  junto ao site Mercado Livre informações do cadastro de quem publicou anúncio “ vendendo” negros por R$ 1, no dia 06 de janeiro, foi detido um menor que acabou confessando ser o responsável pela publicação.

Se fosse maior de idade, o autor da postagem poderia responder pelo artigo 20 da Lei 7.716/1989, que prevê reclusão de 2 a 5 anos e multa para quem praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

Segundo o delegado titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), Gilson Perdigão, o menor prestou depoimento na unidade acompanhado pela mãe. O caso agora será encaminhado à Vara da Infância e da Juventude e o adolescente deve responder por ato análogo ao crime citado.

O anúncio foi retirado do ar pelo Mercado Livro no dia 6 depois de denúncias. O site divulgou nota repudiando a publicação e informando que os anúncios todos têm mecanismo para denúncias.