Coronel se despede da esposa por carta e comete suicídio nas dependências do CIOPS


ciops

O coronel reformado, mas que ainda prestava serviços para a secretaria adjunta de grandes eventos, cometeu suicídio nas dependências do Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS), neste sábado (01). Pelas imagens que se tem do local do suicídio, o coronel disparou um tiro do lado direito da cabeça com um revólver calibre 38. Observando a folha de papel que está embaixo da mão do policial dá pra ler o início de uma mensagem onde está escrito: “Amei-te sempre minha esposa”. O Radar fez contato com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), onde as informações são que o comando da Polícia Militar é que vai dar declarações sobre o assunto. (Any Margareth)