Delegado é executado a tiros e ordem é “sitiar a cidade” para prender os autores do crime


foto-local-delegado-assassinado

Fontes do Radar transmitiram imagens do local onde foi executado, na tarde deste domingo (09), o delegado Oscar Cardoso. Segundo informações também repassadas ao Radar o crime ocorreu por volta das 14hs29m deste domingo. O delegado teria sido morto com aproximadamente 20 tiros, nas proximidades da casa dele, no bairro de São Francisco, na Zona Sul de Manaus, por quatro homens que estavam em um Gran Siena cor branca, placa OAH-7732. Segundo fontes policiais, os bandidos deviam saber a rotina do delegado e o momento apropriado de atacar, por isso abordaram Oscar Cardoso no momento em que ele estava com uma criança no colo, possivelmente seu neto, motivo apontado por investigadores da polícia para não ter reagido. O delegado apenas entregou a criança para outra pessoa antes de morrer. O delegado que coordenou um grupo especial da polícia, a Força Tarefa, da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/AM) chegou a ser preso, e estava afastado, por suspeita de extorsão junto com outros seis policias militares.

As fontes do Radar informaram ainda que a denominada Rede Alfa, da Polícia Militar, com a participação de policiais civis recebeu ordens superiores para “sitiar a cidade” em busca de identificar e prender os autores da execução. As principais saídas de Manaus, como a ponte Rio Negro, a BR-174 (Manaus – Boa Vista) e a BR-319 (Manaus- Porto Velho), além dos portos e aeroporto estão sendo monitorados. (Any Margareth)

foto rua 2