Desmatamento ilegal é flagrado no sul de Lábrea


Caminhões, tratores, armas de fogo, motosserras, e madeiras em tora foram apreendidas na “Operação Lábrea”, deflagrada pelo Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) para combater a extração ilegal de madeira e o desmatamento no Sul do município de mesmo nome, a 702 quilômetros de Manaus. Pelo menos dois acampamentos que serviam de base para a extração ilegal de madeira foram inutilizados na ação.

A operação, realizada em parceria com a Polícia Militar do Amazonas (PMAM), foi iniciada no último dia 30 de setembro e finalizada neste fim de semana. Além das apreensões, foram identificados diversos passivos ambientais, tais como queimadas não autorizadas, grilagem de terras, planos de manejo florestal explorados em desobediência à legislação e a construção de uma ponte sobre o rio Curuquetê, usada para facilitar o transporte da madeira retirada ilegalmente. A quantidade total de materiais apreendidos, multas e embargos aplicados será divulgado após a conclusão do relatório dos fiscais que estão retornando para a capital.

De acordo com o secretário de Estado do Meio Ambiente (Sema) e diretor-presidente do Ipaam, Marcelo Dutra, a operação compõe o conjunto de ações integradas de fiscalização que o Governo do Amazonas está realizando para combater o desmatamento ilegal na região Sul.