Elenco de ‘Manon’ preparado para primeira mesa redonda do Festival de Ópera


O início do XVIII Festival Amazonas de Ópera, promoção do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, não será um espetáculo, mas uma mesa redonda, no sábado, dia 19, às 18h, na sala de música Desembargador Paulino de Mello, no Centro Cultural Palácio da Justiça.

A primeira ópera, de fato, acontecerá no Domingo de Páscoa, dia 20, às 19h, no Teatro Amazonas, com “Manon Lescault”, de Puccini.

Direcionado ao público alvo para estudantes e interessados, a primeira mesa redonda terá 60 vagas e as inscrições são gratuitas. Podem ser feitas pelo (92) 3232-2440 ou pelo e-mail fc.liceu@gmail.com, informando nome, telefone, curso ou formação e RG.

De acordo com o secretário de Cultura, Robério Braga, a programação acadêmica do XVIII Festival Amazonas de Ópera é fundamental ao evento. “É a oportunidade que o público e estudantes da área têm de conhecer e se aprofundar no trabalho de artistas experientes e verdadeiras estrelas da ópera”.

Voltada para artistas dos mais diversos segmentos, profissionais locais que atuam em produções culturais e o público em geral, a programação acadêmica do XVIII Festival Amazonas de Ópera terá um total de quatro mesas redondas principais e uma série de oficinas e masterclasses.

Nesta primeira, os artistas palestrantes serão os protagonistas de “Manon”, a soprano Daniella Carvalho, que será a própria Manon e o tenor Juremir Vieira, que interpretará Des Grieux; mais o barítono Eduardo Amir (Lescault); Eduardo Abmurad (Geronte); o diretor artístico do Festival, Luiz Fernando Malheiro; o diretor cênico Pier Maestrini e o cenógrafo e figurinista Alfredo Troisi.

Para mais informações sobre toda a programação do XVIII Festival Amazonas de Ópera e demais eventos, projetos e ações desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Cultura em Manaus e nos demais municípios do Amazonas acesse facebook.com/culturadoamazonas.

MESA REDONDA DO XVIII FESTIVAL AMAZONAS OPERA

O Governo do Estado do Amazonas, através da Secretaria do Estado da Cultura, está com inscrições abertas para mesa redonda, a ser realizada no dia 19/04, na Sala de música Desdor. Paulino de Mello, no Palácio da Justiça, Centro de Manaus.

Serão oferecidas 60 vagas.

Horário: 18:00h     CH: 1h

Público Alvo: Músicos, estudantes e interessados.

Para participar é preciso fazer a inscrição antecipada através do e-mail fc.liceu@gmail.com ou pelo telefone (92) 3232-2440. Informar nome, telefone, curso ou formação e RG. Inscrições gratuitas.

CRONOGRAMA:

Dia: 19/04/2014

Tema: Mesa Redonda – Manon Lescaut

Palestrantes:


mesa redonda-festival de ópera 1Daniella Carvalho
(Soprano americano brasileira, nativa do Rio de Janeiro, destacou-se na música, teatro e dança como uma artista expressiva e comprometida. É solista Soprano e no XVIII Festival Amazonas de Ópera fará sua estreia como Manon Lescaut e cantará Floresta do Amazonas de Villa Lobos).

Juremir Vieira (natural de Porto Alegre; ganhou o concurso para Jovens Solistas e o 1º Concurso Nacional de Canto Carlos Gomes; cantou nas mais importantes cidades brasileiras e atualmente é professor de canto do Coral Amazonas e do Madrigal Ivete Ibiapina).

Eduardo Amir (ator profissional; diretor de vários espetáculos; solista lírico; interprete de personagens em longas metragens de animação dos estúdios Disney, Warner, e Fox na versão brasileira e graduado em Música com aperfeiçoamento em Nova Iorque com Catherine Green).

Eduardo Janho – Abumrad (Deve sua formação inicial a Tiana Amarante, Hermínia Russo, Romolo Gazzani e Ricardo Ballestero; estreou no Teatro Municipal de São Paulo em 1976. No Brasil cantou óperas como II Guarany, Salvador Rosa, Lo Schiavo e Colombo; tendo sido regido por nomes como Tullio Callacioppo, Eleazar de Carvalho, Abel Rocha, Jamil Maluf, dentre outras).

Luiz Fernando Malheiro (Nasceu em São Paulo; estudou piano, clarinete, canto e teoria musical no Brasil e na Itália; regeu várias orquestras, tais como a Orquestra Municipal de São Paulo, Orquestra Sinfônica Brasileira e Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, do Paraná, de Porto Alegre, da Bahia e em outros países como Espanha, Colômbia, Estados Unidos e México; é diretor artístico do Festival Amazonas de Ópera e regente titular da Amazonas Filarmônica).

Pier Francesco Maestrini (Nasceu em Firenze, onde estudou humanidades na universidade local e também violão e composição, dirigiu mais de oitenta produções do barroco ao contemporâneo, teve suas produções elogiadas pelo público e pela crítica, dirigiu Atila no Teatro Regio de Parma, espetáculo de maior sucesso do Festival Verdi em 2010 e repetido em Hong Kong em 2012).

Alfredo Troisi (Scenografo Costumista Video Designer; nasceu em Napoli e graduou-se na Academia de Belas Artes; apresentou-se no Teatro Valli no concerto de gala na ocasião dos 30 anos de carreira de Luciano Pavarotti; Macbeth, Travatore, Don Giovanni na Espanha, Manon Lescaut no Brasil, foram algumas das óperas em que teve sua participação)