Fantasia de carnaval no Rio custa até o equivalente a dois carros populares


fantasia

Os desfiles de carnaval se tornaram um evento de luxo e glamur já há algum tempo. E a cada ano que passa, o investimento dos apaixonados por esta festa em fantasias só aumenta. É o caso de Linda Conde, que desfila há 35 anos na Beija-Flor de Nilópolis. Em 2014, a dinamarquesa que vive no Brasil há mais de 40 anos usará uma fantasia no valor de R$ 55 mil, o equivalente a dois carros populares 0km, confeccionada por Ailton Camargo e Walker Brito.

Linda Conde sairá em destaque no alto do sexto carro da escola, que este ano homenageia o diretor de TV José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni. A alegoria representará a era do rádio e a dinamarquesa estará sobre uma cabeça representando Carmem Miranda. A fantasia será uma alusão à pequena notável com babados nas mangas, uma cesta de frutas na cabeça e acessórios como um colar de pedras. O desenho da indumentária está guardado a sete chaves, mas o assessor de Linda adiantou que na confecção do esplendor, por exemplo, foram utilizados lírios de um metro de altura.

O cabeleireiro Carlos Reis, que é destaque na Portela há mais de 30 anos, não quis revelar quanto gastou para a confecção de sua fantasia este ano na azul e branco de Madureira, mas garante que somados todos os adereços e tecidos a quantia chega ao “preço de um carro 0km de classe média alta”. “Cada ano vai ficando mais caro. Se a roupa de uma rainha de bateria custa em torno de R$ 30 mil, imagina uma fantasia com faisão”, conta Carlos.

João Helder vai desfilar pelo quinto ano na Unidos da Tijuca. Ele sairá no abre-alas da escola do Borel, na Tijuca, Zona Norte do Rio,com uma roupa representando o símbolo da velocidade que custa aproximadamente R$ 15 mil. “A fantasia representa uma mulher com asas. Ela tem acessórios no esplendor como strass, pedrarias e plumas de faisão”, explica João. A indumentária está quase pronta, em fase de acabamento. Após atravessar a Sapucaí, a Tijuca do carnavalesco Paulo Barros fará uma homenagem ao campeão Ayrton Senna.