Fiscais da Semmas são presos em flagrante por extorsão


Fiscais da Semmas 1Cosme Reis do Nascimento, 53, e Antônio Marcos de Lima Amorim, 38, conhecido por Amorim, fiscais de postura da Semmas, com 19 e 18 anos de profissão, respectivamente, foram presos em flagrante quando tentavam extorquir R$ 15 mil de um empresário. As prisões foram efetuadas após uma ação policial realizada na manhã desta quinta-feira (20) no bairro Educandos por investigadores do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), sob a coordenação do Delegado e Diretor da unidade policial, Sandro Sarkis, e Delegado Mário Júnior.

Cosme e Amorim foram presos por volta das 10h, no estacionamento de um supermercado localizado na avenida Leopoldo Peres, bairro Educandos, Zona Sul da capital, momentos depois de receberem da vítima R$ 15 mil em espécie, referente a uma negociação para  a liberação de um serviço.

De acordo com a vítima, a empresa dele teria sido contratada para realizar a limpeza de um terreno que pertence a um banco naquela área e os fiscais, ao notarem a presença das máquinas no local, procuraram os responsáveis pela execução do serviço para extorqui-los.

“Eles foram até o imóvel e alegaram que para a realizar limpeza no terreno era preciso ter autorização do órgão. Com isso, eles extorquiram o dono da empresa prestadora do serviço”, declarou o Delegado Mário Júnior durante coletiva de imprensa realizada na tarde de hoje, na sede do DRCO.

Mário Júnior revelou como foi realizada a ação que resultou na prisão da dupla. “Fomos acionados na última terça-feira (18) pelos representantes do banco e pelo empresário, que vieram até o DRCO e nos informaram que estavam sendo vítimas de uma tentativa de extorsão por partes de fiscais da Semmas, alegando que sem a autorização haveria a interdição do imóvel e apreensão das máquinas. Por isso hoje montamos campana no local e no momento em que eles foram receber o dinheiro combinado, conseguimos prendê-los em flagrante”, disse.

A autoridade policial destacou ainda que existe outro fiscal envolvido no esquema criminoso, porém hoje ele não foi preso em flagrante. “Caso durante o curso do inquérito houver necessidade da custódia do outro fiscal, iremos representar a prisão dele junto à Justiça. Caso contrário, ele será apenas indiciado e responderá em liberdade”, frisou.

Na sede do DRCO os dois fiscais foram autuados em flagrante por corrupção passiva (Artigo 317 do Código Penal Brasileiro). Ao término dos procedimentos realizados na unidade policial, eles serão conduzidos à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irão ficar à disposição da Justiça.

Fiscais da Semmas 2