Imprensa nacional mostra revolta de parentes de presos em frente a Vidal Pessoa (ver vídeo)


A imprensa nacional, principalmente a Globo News, está mostrando praticamente em tempo real, o que está acontecendo durante todo o domingo (8), em frente a penitenciária Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus. Familiares de detentos estão fazendo protestos em frente a unidade prisional. Houve rebelião, durante a madrugada, no presídio e quatro presos foram mortos.

Dezenas aguardavam em frente ao local em busca de informações sobre os presos e a situação dentro da cadeia após a rebelião. Revoltados com a falta de informação, os manifestantes tentaram bloquear a Avenida Sete de Setembro, onde fica o presídio. A polícia e agentes de trânsito bloquearam ruas no entorno da cadeia.

O Batalhão de Choque está no local para conter a manifestação.

Eles também entraram na penitenciária, o que aumentou a tensão dos familiares sobre o que estaria acontecendo e ainda pode ocorrer dentro do presídio.

Os policiais chegaram a usar spray de pimenta contra os manifestantes.

O grupo fez ainda uma roda de oração enquanto aguardava por informações de parentes presos na cadeia pública. “A gente não teve notícias de quem estava aqui, e nem de quem tinha morrido. Aqui não tem segurança. Esse prédio é velho, essa situação é horrível. Não sabemos ainda quem morreu hoje. A gente só pode pedir a Deus mesmo pela segurança deles”, disse uma mulher, que não quis ser identificada.

Os corpos dos presos mortos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) para identificação. As informações da Secretaria de Segurança são de que a situação dentro do presídio já estaria controlada.

A penitenciária Raimundo Vidal Pessoa estava desativada desde outubro do ano passado. Ela foi considerada uma das piores cadeias do mundo pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
Após o massacre de sessenta presos, 280 foram transferidos de várias unidades prisionais para a Vidal Pessoa. Na sexta-feira passada (6) já tinha ocorrido um tumulto na penitenciária. Segundo os presos, nem água e comida eles estavam recebendo.

Com informações da Globo News