“Isso é uma pergunta de vestibular”, diz secretário ao ser questionado sobre armas na Vidal Pessoa


O “show de absurdos” perpetrados pelos membros da Segurança Pública do Governo de Melo teve seu ápice nesse domingo, em uma entrevista dada à radio Amazonas FM, pelo secretário de Administração Penitenciária do Estado, Pedro Florêncio, ao ser questionado sobre como os presos transferidos para a penitenciária desativada Raimundo Vidal Pessoas tiveram acesso a facas e terçados que usaram para decapitar outros detentos  – tomara que não dê bronca para o repórter que perguntou já que um dos nossos colegas jornalistas foi demitido só por dizer a seguinte frase: “O que esperar de um Governo desses”.

O jornalista perguntou: “Como entraram essas facas e facões na cadeia? E o secretário respondeu; “Isso é uma pergunta de vestibular!” – nesse ele não deve ter passado nem em terceira chamada, né mesmo gente? E pra piorar, o secretário ainda disse ter ouvido dos próprios presos que essas armas foram encontradas num esconderijo que existia na cadeia e que os presos sabiam onde era o esconderijo – pelo jeito só quem não sabia era a cúpula da Segurança Pública e a chamada “inteligência” do Governo do professor Melo.

E o secretário nem se estendeu no assunto para não ter que explicar como um presídio desativado há três meses ainda guarda armas lá dentro. (Any Margareth)