Julgamento de Adail está na pauta do TSE desta quinta-feira (13)


julgamento-de-AdailVolta à pauta do pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta quinta-feira (13) o Recurso Especial Eleitoral n° 15.105, ação que se arrasta desde antes das eleições de 2012, movida pelo Ministério Público Eleitoral e pela coligação Coari Tem jeito, contestando a concessão do registro de candidatura de Adail Pinheiro por parte do Tribunal Regional Eleitoral.

O registro possibilitou que Adail Pinheiro concorresse à Prefeitura de Coari no ano passado, mesmo o então candidato, hoje prefeito, tendo se tornado inelegível pela rejeição de contas públicas e abuso de poder econômico e político. O pedido de cassação de registro do prefeito Adail Pinheiro tem por base a alegação de que ele não poderia nem ter sido candidato diante das condenações no Tribunal de Contas do Estado (TCE) e no Tribunal de Contas da União (TCU) por malversação de verbas públicas, inclusive de convênios federais, e sua inclusão, antes mesma das eleições na lista de inelegíveis publicada pelo próprio Tribunal Superior Eleitoral.

O julgamento do registro de Adail Pinheiro foi novamente suspenso na reunião do pleno do TSE do dia 17 de dezembro do ano passado, com mais um pedido de vista, desta vez, do ministro substituto Admar Gozaga – assim como aconteceu no Tribunal de Justiça do Amazonas, pelo menos dois outros ministros se declararam impedidos de julgar Adail. (Any Margareth).