Lorena é encontrada pela polícia em um abrigo


desaparecida 1A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), sob o comando da Delegada Titular, Linda Gláucia Moraes, iniciou investigação e encontrou no final da tarde desta quarta-feira (2), a menina Lorena de 10 anos, desaparecida desde ontem (1°) no bairro Betânia, Zona Sul da cidade. A garota foi encontrada no abrigo católico Misericórdia Aliança com Deus, localizado no bairro Santa Luzia, naquela mesma zona.

De acordo com a Titular da DEPCA, a garota teria saído de casa porque não queria que a mãe adotiva, a chefe de cozinha Flávia Miranda Taveira, 38, a entregasse para a mãe biológica. Temendo o ato, a criança resolveu fugir, levando R$ 100 em espécie.

Ainda segundo a autoridade policial, um bilhete foi deixado no local antes da fuga. “Vamos investigar o conteúdo do bilhete e verificar se foi ela mesma que escreveu”, afirmou a Delegada Linda Gláucia.

Durante oitiva, a mãe adotiva da garota disse que ela teria sido encontrada por um homem que a levou para a casa de uma irmã e na tarde de hoje, por volta das 16h30, deixou a menina no abrigo.

Flávia disse ainda que a garota é uma boa filha e aluna. Ela ficou surpresa com o apoio das pessoas na divulgação do desaparecimento nas redes sociais. “Gostaria de agradecer bastante o trabalho da imprensa que divulgou as fotos da minha filha. Se não fosse por vocês, talvez ela não teria sido deixada no abrigo”, relatou a mulher, visivelmente emocionada.

A Delegada Linda Gláucia solicitou que a criança seja submetida a uma bateria de exames, como corpo de delito, conjunção carnal e coito, além de toxicológico, porque ela estava sonolenta. Para concluir, a autoridade policial afirmou estar muito feliz por poder entregar a menina à mãe.