“A presidente Dilma quer minha candidatura”, diz Braga em entrevista onde confirmou ser candidato ao Governo


Eduardo Braga no plenarioEm entrevista para a rádio Amazonas FM, realizada hoje (24), o senador Eduardo Braga (PMDB/AM) disse que é pré-candidato ao governo do Estado. De acordo com ele, sua candidatura não está nascendo a partir de articulações políticas, mas a partir de uma convocação do povo do Amazonas, que tem se manifestado de várias maneiras.

“Seja por pesquisas – todas as pesquisas feitas até hoje em Manaus e no Amazonas em torno de eleições para o governo sempre me dão uma liderança importante. O que eu quero agradecer a Deus e ao povo. Além disso, tem havido manifestações no Facebook, no Twitter, no email, de pessoas pedindo minha candidatura”, afirmou Braga.

Para o início dessa caminhada, o senador anunciou que irá procurar todas as lideranças políticas do estado para conversar com cada uma delas. Além disso, Braga, como líder do governo no Senado, afirmou que já conversou com a presidenta Dilma Rousseff sobre o assunto.

“A presidenta Dilma quer minha candidatura. Conversei, inclusive, antes de ontem com ela sobre o tema. Disse a ela que estava vindo ao Amazonas e ela com toda transparência disse: você tem que se posicionar como candidato, se posicione como candidato”, explicou.

No entanto, Braga disse que o mais importante e definitivo para sua candidatura é o apoio do povo do Amazonas e a vontade de Deus.

“O mais importante de tudo isso, não são essas conversas, o mais importante de tudo isso é a manifestação que as pessoas simples, humildes, as pessoas que nós tiramos de dentro dos igarapés, com o Prosamim, as pessoas que nós demos uma casa própria, quando elas não tinham o sonho da casa própria, as pessoas que ganharam o direito de entrar em uma escola de tempo integral, quando eram tapumes, quando não se falava em escola de tempo integral naquela época. Eu me orgulho muito de ter sido um dos pioneiros nessa área”.

Nesse mesmo sentido, o senador também destacou as conquistas para o setor de saúde, entre outras áreas, no Amazonas iniciadas em seu governo, como as policlínicas, os Serviços de Pronto Atendimento (SPAs), os hospitais construídos e as Unidades de Pronto Atendimento (Upas).