Quem tem medo do Lobo Mau?!?!


Tem gente que já começou a perder o sono só em pensar na possível instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), na próxima semana, para investigar casos de abuso sexual de crianças e adolescentes no Amazonas, combinado com o fato de que a CPI da Câmara Federal que também investiga esses crimes no território nacional, está chegando no próximo dia 20 de fevereiro para fazer diligências em Manaus e em Coari. E o Radar está vibrando com essa inversão de posições em que não são mais as meninas abusadas sexualmente que se sentem acuadas, coagidas, com medo do Lobo Mau. Agora é o Lobo Mau que está se pelando de medo do caçador – ou seria melhor dizer caçadoras (deputadas Érika Kokay e Liliam Sá)? – que ainda pretendem trazer um “exército” composto por membros do Ministério Público Federal (MPF), Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e até de outros ministérios. E aí não vai ter Lobo Mau que não se esconda debaixo da cama apavorado com a ação das caçadoras, e se pelando de medo da chapeuzinho. Bem feito!

Caçador de ocasião

E tem deputado que se sentiu caçado (nesse caso sinônimo de perseguido), e quase foi cassado (com dois esses é porque quase perde o mandato), e que quer agora dar o troco com a instalação da CPI da Assembleia Legislativa. Quer nada menos que o cargo de relator da comissão pra caçar um desafeto, ex-prefeito de um município do interior do Estado, que também estaria na lista de investigados por casos de orgias sexuais com menores de idade. Nesse caso, até raposa política vira caçador de ocasião só pra se vingar de Lobo Mau.

Papai Lobo

Papai-Adail

Aqui no Radar, prometeu, cumpriu! No mês passado, após o deputado federal e dublê de apresentador de TV – ou será que é o contrário? – Sabino Castelo Branco descer o malho em seu programa de TV no prefeito de Coari, Adail Pinheiro, seu aliado de campanha em 2012, prometemos que mostraríamos o comício em que Sabino, sob o olhar carinhoso de Adail, o chama de “pai do povo de Coari”. Em seu programa de TV, entre coisas nada elogiosas, Sabino chamou Adail de “monstro pedófilo” e disse que ele deveria estar preso, fazendo aquela sua performance de quem está com pavor do Lobo Mau. Mas, lá nesse comício da campanha de 2012, desta vez fazendo uma outra performance própria para momentos felizes entre pai e filho, Sabino disse que tudo ia melhorar porque “papai Adail estava de volta pra cuidar do seu povo”.  Aqui no Radar, captou, tá no arquivo, viu?

Sem medo

face-adail-coari

E os antenados leitores do Radar lá em Coari mandaram pra gente um comentário postado no facebook, em tom de comemoração e de revanche contra os críticos de Adail, por conta do segundo processo por improbidade administrativa contra o prefeito que vai parar no arquivo porque seis anos se passaram e a justiça nem quis saber (prescrição de prazo). O comentário, iniciado por um erro de português (se com “i”) medonho, precedido por um palavrão até mais medonho e, no final, outro erro de português tão medonho quanto o palavrão, “o povo…vão ficar verde”, é de Edmeiry Souza, que pelo jeito (e pelos modos na foto) não tem medo de Lobo Mau. E nem idade pra isso, não é mesmo?

  • graco

    È a filha do Siborrel, que todo mundo sabe que o ADAIL já pegou. KKKKK.