Secretário mentiu: professores de Santa Isabel continuam sem receber seus salários


O secretário municipal de Educação de Santa Isabel do Rio Negro (a 684 quilômetros de Manaus), Élio Fonseca Pereira, não cumpriu, até agora, com nenhum dos prazos dado ao professores – e repetido para o Radar – para pagamento dos salários atrasados dos educadores contratados do Município. Ao Radar, o secretário já afirmou que o prazo para o dinheiro cair na conta dos servidores era até a última sexta-feira (6), depois, ele próprio postergou a data de pagamento para segunda-feira (9), depois passou para esta terça-feira (10), o que ainda não aconteceu, e agora prometeu que vai pagar amanhã (11). Mas cadê o dinheiro do Fundeb, gente?

O secretário alegou aos professores que não havia dinheiro em caixa para fazer os pagamentos, conforme nos informou o presidente do Sindicato dos Professores Municipais de Santa Isabel do Rio Negro (Sinprosirn), João Bosco dos Santos Batista.

De acordo com Batista, a categoria se reuniu, ontem à noite, com o secretário que sustentou o discurso de que não havia dinheiro em caixa. O presidente do Sindicato, porém, ressaltou que o Município recebeu no último dia 20 de setembro, as verbas referentes ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Em nota oficial que circulou na semana passada, secretário e prefeitura justificaram que eles têm, por lei, até o quinto dia útil do mês para pagar os servidores. Basta olhar o calendário e atestar que o quinto dia útil desse mês já passou.

O presidente da Câmara Municipal de Santa Isabel do Rio Negro, vereador Regis Góes (PMDB), ressaltou que tem professores que tiveram a luz cortada e que não tem dinheiro nem pra botar comida na mesa da família. Ele disse que dois vereadores estarão em Brasília para pedir que o Tribunal de Contas da União (TCU) investigue o que está acontecendo com as verbas do Fundeb destinadas ao Município para investimentos em educação.

“Na tal nota oficial, o secretário e a prefeitura acusam os vereadores de estar tramando contra a atual administração. Mas, estamos apenas defendendo o que é certo. Como podemos virar as costas para os professores que estão passando dificuldades porque não recebem?, questiona o parlamentar, lembrando ainda que o povo que os elegeu cobra um posicionamento deles (vereadores) como representantes da população.

O Radar tentou falar com o secretário de Educação de Santa Isabel do Rio Negro, através do telefone 01597991XX 2866, mas ele não atendeu as ligações. (Asafe Augusto)