TJAM manda Assembleia dar posse a Amazonino e Bosco


Foi impetrado mandado de segurança com pedido de liminar,  na tarde desta terça-feira (3), obrigando a Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE) a realizar a posse do governador Amazonino Mendes (PDT) e do vice-governador Bosco Saraiva (PSDB).

O Radar antecipou, na noite dessa terça-feira (02), que a qualquer momento seria concedida uma liminar antecipando a posse de Amazonino

A liminar foi concedida pelo desembargador Djalma Martins da Costa, após o advogado dos eleitos, Yuri Dantas, protocolizar a ação no Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam), na manhã de hoje.

Conforme Dantas, o governador e o vice acreditam que o retardamento da posse para o dia 10 de outubro foi motivado e que, segundo ele, a Assembleia Legislativa vinha buscando perpetuar o mandato do governo interino.

“O retardamento da posse é abusivo, ilegal e representa a violação do direito de Amazonino e Bosco. O retardamento representa um dano irreparável, pois, os dias que passaram não serão devolvidos a eles”, disse.

O advogado afirmou ainda, que a ALE, não pode retardar a posse e que a mesma deveria acontecer um dia após a diplomação.

Mais informações em instantes