12 prefeituras de SP não respeitam fase vermelha e têm praias lotadas


O fim de semana pós natal e pré ano novocomeçou com grande movimentação em praias do litoral de São Paulo. Isso porque prefeituras de 12 cidades decidiram não cumprir a determinação do governo estadual que colocou temporariamente todos os municípios do estado na fase vermelha do Plano São Paulo para conter o avanço da Covid-19. As cidades dizem ter reforçado a fiscalização nos locais.

Entre as cidades que vão manter a fase amarela estão os nove municípios da Baixada Santista – Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos, São Vicente – além de Caraguatatuba, Ubatuba e São Sebastião, no litoral norte.

A orientação do governo do estado era que a fase vermelha  ficasse entre 25 e 27 de dezembro e entre 1 e 3 de janeiro. O intuito da restrição era manter o nível de contaminação pela Covid-19 controlado, já que o estado apresentou um aumento no número de contaminações e internações pela doença.

Com a decisão dos municípios de não atender a determinação do governo estadual, muito por conta do turismo das cidades de praia, mercados e estabelecimentos locais registraram aumento na movimentação. Apesar de não seguirem as regras, as prefeituras destas cidades afirmaram que estão seguindo todos os protocolos de segurança.

Prefeituras dos municípios da Baixada Santista planejam barreiras sanitárias para impedir a entrada de vans, ônibus e micro-ônibus de turismo que não tenham autorização prévia da Secretaria de Turismo, no dia 31, das 10 às 18 horas. O acesso dos demais veículos é liberado normalmente