1º Super Absoluto de Jiu-jítsu reúne 500 atletas no ginásio poliesportivo do Amazonas

Nesse domingo (28), a Arena Poliesportiva do Amazonas (Amadeu Teixeira) recebeu o 1º Super Absoluto de Jiu-jítsu. A competição foi realizada pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) e contou com o apoio da Truda Kimonos. Na oportunidade, 26 contratos de patrocínio foram fechados com os melhores atletas, além de premiações em dinheiro para outras categorias, totalizando cerca de R$ 70 mil em premiação.

A secretária da Sejel, Janaina Chagas, agradeceu a participação da população, que contribuiu com as doações de alimentos não perecíveis e ficou surpresa com a determinação dos atletas que participaram dos combates e brigavam pelo mais alto lugar no pódio.

“Esse evento veio para destacar os melhores atletas das categorias e promover o jiu-jitsu como um todo. O governo do Amazonas mais do que nunca quer que esses lutadores possam se sentir acolhidos e valorizados, de modo que possam ter uma boa estrutura para seus treinamentos e para que possam, de fato, progredirem em suas carreiras por meio do esporte. Aliado a isso, também poderemos ajudar muitas pessoas de maneira solidária. É o esporte fazendo a diferença na vida da população”, ressaltou a titular da Sejel.

De acordo com Alexandre Gomes, proprietário da Truda Kimonos, 500 atletas disputaram o campeonato e deram um show ao público, que compareceu em peso para prestigiar o evento. “Nossa meta foi alcançada. Tivemos um bom número de pessoas na torcida pelos lutadores, os atletas deram o melhor de si e superaram as expectativas quanto a qualidade técnica nos combates, mostrando que realmente estavam lutando para serem os melhores de suas categorias”, afirmou.

O lutador faixa preta do Clube Pina, Leandro Ronaldi, conquistou a categoria Absoluto Leve, que teve uma premiação de R$ 400, mas teve que passar por duas lutas bastante difíceis. “Treinei bastante, mas foi dureza. Logo na primeira luta enfrentei o “Soneca”, que é um lutador conhecido e vem ganhando vários campeonatos aqui no Amazonas, mas graças a Deus consegui passar adiante e conquistei o mais alto lugar no pódio”, disse.

Dentre os atletas que contemplados com a premiação em forma de patrocínio, estava Marquinho Carvalho, 13, faixa laranja, que foi o vencedor da categoria 12/13 Leve e do Absoluto. Com esse resultado, conquistou um contrato com a Truda Kimonos e só pensa em comemorar. “Treinei bastante para representar a minha equipe, a White House, e tive duas lutas no absoluto. Em uma das lutas venci meu adversário por finalização. Estou muito feliz, ainda mais porque meu antigo patrocínio já tinha acabado e com esse campeonato, graças a Deus, consegui garantir por um ano esse apoio da Truda Kimonos”, destacou.

O presidente da Federação Amazonense de Jiu-jítsu Profissional (FAJJPRO), João Bosco, que também apoiou a competição, disse que sempre busca oferecer a melhor estrutura para que a competição possa ser realizada da melhor maneira possível e dentro da necessidade do público que o prestigia. “Como representante de uma federação que promove o esporte profissional, é mais do que obrigação apoiar tudo o que valorize o atleta e o 1º Super Absoluto é mais um exemplo de que os lutadores podem e devem ser valorizados. Sendo assim, tudo o que estiver ao nosso alcance para melhorar e engrandecer o trabalho de propagação e melhoria da “arte suave”, poderá contar com a nossa ajuda”, afirmou.

FOTO: TÁCIO MELO