43% dos que contraem Covid em hospitais morrem, diz Ministério da Saúde 

Imagem: Rovena Rosa/Agência Brasil

Dos 5.547 casos registrados de pacientes e profissionais de saúde que contraíram o coronavírus dentro de hospitais ou unidades médicas, 2.426 morreram. Os dados são do Sistema de Vigilância Epidemiológica, do Ministério da Saúde e correspondem a 43% dos casos avaliados.

A taxa de mortalidade dos pacientes que contraíram a doença fora das unidades médicas e precisaram ser internados é de 30%. No total, a letalidade do coronavírus no Brasil (porcentagem de óbitos entre todos os casos registrados) é de 3%, segundo o Ministério da Saúde.

Para o levantamento, o sistema considerou apenas os casos de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), uma das complicações decorrentes da covid-19 e que levam os pacientes a serem internados.

Em julho, a covid-19 superou os registros anuais de mortes por SRAG computados pelo SUS (Sistema Único de Saúde) desde 1996, quando a contagem atual passou a ser feita.

De acordo com SIM (Sistema de Informações de Mortalidade) do Ministério da Saúde, até então o ano que havia registrado mais mortes por essas doenças respiratórias — como gripes e pneumonias — havia sido 2016, quando houve 84.097 óbitos por SRAG no país. No final de julho, o Brasil superou a marca, chegando a 85.238 mortos em decorrência da pandemia.