43 homens vão parar na cadeia por não pagar pensão dos filhos

pensão 1

A operação denominada “”Leite das Crianças”, realizada por policiais da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECP), nesta segunda-feira (15), levou 43 pessoas para a cadeia, após cumprimento de mandados de prisão por inadimplência no pagamento de pensão alimentícia.

A ação que teve início às 6h de hoje e abrangeu todas as Zonas de Manaus, resultou na prisão de 43 pessoas, que descumpriram determinação judicial de pagarem pensão alimentícia à seus filhos. O objetivo da operação além da quitação do débito, visa a conscientização por parte da população, para não deixarem de pagar em dia o benefício.

Um efetivo de 32 Policiais Civis da capital, participaram da operação coordenada pelo Titular da Especializada, Delegado Carlos Alberto Andrade. “Os mandados de prisão cumpridos nesta manhã não significam o fim das situações de inadimplência, mas são uma forma de intermediar a relação entre quem paga essa determinação judicial e quem é beneficiado com ela. A prisão só é efetivada quando o devedor não quita sua conta com a justiça”, informou o Delegado.

Carlos Alberto destacou ainda, que os presos têm prazo de 30 dias para efetuar o pagamento do valor em atraso na Justiça, que poderá ser prorrogado por mais 60 dias, caso a dívida não venha a ser efetivada no tempo determinado. Após o pagamento os detidos serão liberados. Até o início desta tarde, das 43 pessoas apreendidas, 10 foram liberadas após terem comprovado o pagamento da pensão.

Na unidade de polícia Especializada, foram realizados todos os procedimentos legais e ao término, os inadimplentes foram conduzidos à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficarão à disposição da Justiça.

Somente em 2014, ao longo de 11 meses de trabalho, a Polícia Civil já cumpriu na capital, 428 mandados de prisão civil, relacionados à descumprimento de determinação judicial de pagamento de pensão alimentícia.

pensão 2

pensão 3