A “guerra” silenciosa e suja pelo dinheiro da Comunicação da Prefeitura de Manaus

Eu confesso que fiquei até em dúvida de como começaria esse texto porque, apesar da “guerra” que está sendo travada pra botar a mão no dinheiro da Secretaria de Comunicação da prefeitura de Manaus (Semcom) ser, na maioria das vezes, silenciosa, também tem seus momentos de “tiro, porrada e bomba”. Num entendeu? Euzinha explico, inclusive com os detalhes sórdidos dessa história.

Não bastou para certos empresários os mais de R$ 116, 7 milhões (ver para quem foram esses milhões no final do texto) que ganharam no ano passado na Secretaria de Comunicação do Governo do Estado (Secom). Eles querem abocanhar agora os recursos da Comunicação da prefeitura de Manaus e, para isso, não importa para alguns o que tenham que fazer. Um exemplo disso, são matérias “encomendadas” em sites e blogs esculhambando as agências que prestam serviço pra prefeitura de Manaus e atacando a dignidade dos donos dessas agências.

Os ataques são metodicamente elaborados pela chamada “turma do senador”, que entre seus membros tem o dono de uma rádio, aquele que faz “jornalismo” esculachando quem bem entende, usando expressões como “puta, viado, ladrão…” e atacando de governador a prefeito que não satisfaçam seus interesses. Tem também os donos de uma Cidade de Comunicação que mandam e desmandam no governo e ganham dinheiro com tudo que é tipo de negócio nas secretarias do Estado, de cultura a educação, de mulher, peladas, arvore de Natal a serviços na Seduc.

E tem ainda um publicitário, marketeiro, historiador, dono de empresa de pesquisa de opinião pública, multifacetário e multifuncional, uma das eminências pardas (assessor poderoso que trabalha nos bastidores) de Wilson Lima que diz que faz levantamento de acessos dos blogs, sites e portais de notícia e determina quem são os sites que interessam ou não para receber dinheiro do governo – tem uns que estão no topo da lista de acessos do marketeiro que eu nem conheço o nome, gente! Ele também seria o consultor de imagem de Wilson Lima – impressionante esse trabalho de imagem que gera uma rejeição medonha que beira 80%, né mesmo?

E a “turma do senador” está ensandecida e fará qualquer coisa para conseguir o dinheiro da comunicação do município. Começaram atacando os que eles consideram concorrentes para gerir a verba publicitária da prefeitura, mas são capazes inclusive de atacar uns aos outros, ou o prefeito, ou quem quer que seja. Agora é aguardar pra ver os desdobramentos dessa guerra silenciosa, mas onde rola as piores baixarias.