A mentira e a maldade que só passaram a existir quando atingiram o STF

As redes sociais no Brasil têm sido um terreno fértil para a mentira e a maldade. Gente covarde se escondendo por trás de perfis fakes para atacar pessoas moralmente. Gente infeliz e que se sente a mosca do cocô do cavalo do bandido que morreu na última cena do filme em preto e banco, se sentindo alguém quando consegue perseguir e macular pessoas belas, inteligentes e que contribuem para uma sociedade melhor. E o que fizeram pra tirar os criminosos cibernéticos de circulação e fazê-los pagar pela tentativa de destruir pessoas? Nada nesse sentido.

Uma pacata dona de casa de Guarujá, Fabiane Maria de Jesus, em 2014, foi brutalmente assassinada por vizinhos, após notícias falsas em rede social de que praticava magia negra com crianças. Mesmo assim não vi ser criada nenhuma Lei para tentar conter a sanha de ódio de dementes na internet.

Tivemos a eleição mais mentirosa do país em 2018, com um “massacre” diário de mentes, muitas delas crédulas, através de fake news que chegaram aos milhares nos celulares dos brasileiros. Os destinos político e social do Brasil pode ter sido irremediavelmente modificado pelas mentiras disseminadas pelas redes socais. E quem pagou por isso? Que eu saiba ninguém.

E mesmo depois das eleições, o que se vê são notícias diárias sobre a ação de robôs e gastos milionários para disseminar notícias mentirosas e atacar pessoas na internet. Fala-se até sobre um tal “Gabinete do ódio”, no anexo de gabinete de parlamentares federais, com gente paga com dinheiro público para destruir a reputação de adversários políticos. Pelo que sabe os “gabinetes do ódio” continuam operando e ninguém ainda foi punido, nem quem calunia e persegue pessoas, nem quem paga para que isso seja feito.

Mas, agora está havendo uma investigação sobre a prática da fake news, com operações de busca e apreensão e até prisões. Isso vem ocorrendo depois que essa prática criminosa atingiu ministros da suprema corte de Justiça do País, o Superior Tribunal de Federal (STF) e até mesmo suas famílias, Filhas de ministros do STF foram ameaçadas de estupro e assassinato.

E agora eles conseguem ver a mentira e a maldade que são perpetradas pela internet. Quem sabe agora que atingiu a família dos ministros, a família de Fabiane Maria de Jesus vai ver a Justiça criar uma lei para identificar e punir severamente os covardes e dementes que se escondem no mundo virtual.