A pedido de Wilson Lima, Justiça Eleitoral suspende divulgação de pesquisa

O juiz auxiliar do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), Victor André Liuzzi Gomes, impugnou a pesquisa eleitoral realizada pela Editora Ana Cássia/Rede Diário de Comunicação por estar em desacordo com a Resolução do TSE n° 23.549/2017. A decisão atendeu representação da coligação “Transformação por um Novo Amazonas”, encabeçada pelo candidato ao Governo, jornalista Wilson Lima (PSC). (Veja a decisão no final da matéria)

Na representação, a coligação sustentou que o requerimento de registro da pesquisa tem irregularidades entre elas ausência de especificação da fonte pública de dados utilizada, utilização equivocada dos dados referentes ao nível econômico, ausência de sistema real de controle, direcionamento da pesquisa e ausência dos cartões disco.

Em consulta ao site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o juiz Victor André Liuzzi Gomes confirmou que a pesquisa estava registrada sob o número AM-00109/2018 e não apresentou a cópia dos cartões discos utilizados na pesquisa, o que viola o disposto no inciso VI, do art. 2º, da Resolução TSE 23.549/2017. A decisão foi publicada nesse domingo (21), no Diário Oficial do TRE-AM.

“Sendo assim, ao menos em sede de cognição sumária, afiguram presentes os requisitos necessários para concessão da tutela de urgência”, disse o magistrado na decisão.

A Rede Diário de Comunicação tem prazo de dois dias para apresentar contestação.

Confira decisão na íntegra