A piada natalina do governador Wilson Lima

3
Quando eu penso que o ano de 2021 não podia mais me surpreender, eu me deparo com um vídeo gravado pelo governador Wilson Lima em tom de desculpa dos amazonenses pelo desastre que tem sido sua administração. No vídeo, Wilson faz aquelas suas conhecidas caras e bocas de garoto de programa de TV do tipo “mundo cão”, no melhor – ou seria melhor dizer pior? – estilo Sikêra Junior, onde as desgraças humanas viram piada de péssimo gosto. Senti como se tudo aquilo que nos fez desesperar, que nos fez chorar, virasse apenas mais uma piada sem nexo, sem sentido, sem humanidade e sem respeito – num sei como não teve a dancinha do Wilson com seu antigo parceiro de programa, o anão Guma.

O vídeo de Wilson Lima “passeia” entre a tragédia e a comédia. Ele pede desculpas como se tivesse apenas cometido um erro besta, do tipo dar um esbarrão em alguém. Nesses casos a gente pede desculpas e está tudo resolvido. Mas, como pedir simples desculpas quando se foi responsável por uma saúde combalida, com falta de leitos, medicamentos, médicos, e até oxigênio hospitalar? No momento em que vejo o vídeo do governador pedindo desculpas, lembro dos vários vídeos que chegaram com gente morrendo sem ar, boca aberta e olhos esbugalhados, cenas que não vou esquecer até o final dos meus dias. Será que isso dá pra desculpar?

Além de um simples pedido de desculpas, Wilson se diz “sabotado”. Diz ele: “No começo do governo confiei em quem não merecia minha confiança, achei que só com a boa vontade dava pra resolver a vida das pessoas mais sofridas. Imaginei que os caciques que governaram 40 anos não seriam capazes de sabotar o meu governo, só porque não aceitam que um homem simples seja governador do Amazonas”, disse Wilson Lima, atribuindo a culpa de sua má gestão a terceiros sem citar nomes.

Mas Wilson Lima bem que poderia dizer qual foi o cacique que o fez não comprar oxigênio, um insumo básico para as unidades de saúde, principalmente em se tratando de um vírus que atinge em cheio os pulmões. E qual foi o cacique que fez o seu governo comprar ventiladores pulmonares em loja de vinho, com visivel superfaturamento, isso Wilson Lima não diz também . Será que o cara da “nova política” pode jogar a culpa de tanta desgraça naqueles que ele classificava como “velha política” ?

Mas, no vídeo que virou piada natalina, Wilson também diz: “Peço desculpas por erros e falhas que já cometi, mesmo sem nunca ter tido a intenção”. Bem dizia a minha saudosa e sábia mãe; “De boa intenção o inferno tá cheio, minha fia!”.

O governador ainda tem a desfaçatez de dizer que tem aprendido “com o que não deu certo”, como se o Amazonas fosse um grande laboratório, onde experiências pudessem ser feitas com o povo servindo de cobaia. Por conta das experiências mal sucedidas do governador centenas morreram por asfixia no Amazonas.

Mas a parte mais difícil de suportar do vídeo – todo reporter tem que ter estômago forte pra ver um troço desses em pleno Natal – é quando Wilson Lima diz que “nunca é tarde pra recomeçar”. Isso é pra rir ou pra chorar, Wilson? Na verdade nem uma coisa nem outra, é mesmo pra ter um surto de raiva. Tem centenas para os quais ficou tarde pra recomeçar já que não estão mais vivos.

Quem sabe tenha algo a se utilizar nas palavras ditas pelo governador em seu vídeo, aquela parte em que ele diz que aprendemos com os nossos erros. Será que o povo amazonense aprendeu com o voto que deu nas urnas em 2018? Essa pergunta só o povo pode responder.