A “tropa” de secretários do capitão

blank

Da esquerda para direita, secretário William Abreu, secretário executivo, Ronaldo Francisco, vice-líder do Governo, capitão Alberto Neto, deputado Saullo Vianna e secretário Ricardo Francisco. Foto: Reprodução Facebook

O governador Wilson Lima (PSC), pelo menos publicamente, não se definiu até agora pelo apoio a nenhuma das candidaturas a prefeito de Manaus. E, nem precisa ser expert em estratégia eleitoral para entender o motivo né mesmo? Especialistas dizem que nunca se viu uma rejeição tão medonha na história política local como a do governador Wilson Lima. Quer fazer uma experiência: experimenta dentro de um ônibus desandar a fazer elogios para o governador e olha a reação do povo em volta! – melhor não, porque corre o perigo de ser guisado.

blank

Foto: Reprodução Facebook

Mas, se Wilson Lima, se mantém – pelo menos oficialmente – distante da disputa eleitoral, o mesmo não se pode dizer de seus secretários. E uma das candidaturas a prefeito que parece concentrar a preferência dos secretários estaduais é a do deputado federal, capitão PM, Alberto Neto (Republicanos).

Têm secretários de Wilson Lima que mostram publicamente nas redes sociais que fazem parte da “tropa” do capitão. Eles participam de atividades de campanha e até fazem discurso pra pedir voto.

O Radar captou nas redes sociais, em apenas uma foto, ladeando o capitão Alberto Neto, três secretários de Wilson Lima e ainda o vice-líder do governo na Assembleia legislativa do Estado (Aleam), deputado Saullo Viana (PTB).

Dois desses secretários, assim como o vice-líder do governo que estão na atividade de campanha do capitão Alberto Neto, fazem parte da “tropa de choque” do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) que passou 10 anos sob o comando do ex-deputado federal Sabino Castelo Branco e de sua família, mas em abril deste ano, o vice-governador, Carlos Almeida, conseguiu tomar o partido para si – ele já não está mais na direção do partido.

Bom lembrar, que coincidentemente, – será meu povo? – ao mesmo tempo que Carlos Almeida ficou com o comando do PTB, os dois irmãos de Roberto Jefferson, presidente nacional do partido – aquele envolvido no esquema de corrupção do mensalão -, ganharam cargos no governo de Wilson Lima.

Ricardo Luiz Monteiro Francisco é secretário de Política Fundiária do Amazonas, com salário bruto de mais de R$ 28 mil reais, e o outro irmão, Ronaldo Monteiro Francisco é secretário-executivo da Casa Civil, com salário de mais de R$ 12 mil. Um deles, Ricardo Francisco é o atual presidente estadual do PTB.

Também na imagem da campanha do capitão está o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Wiliam Abreu.

blankNos últimos dias, mais um membro do governo de Wilson Lima foi parar nas redes sociais em atividades de campanha do capitão Alberto Neto, desta vez o secretário chefe da Casa Militar, coronel Fabiano Bó.

Quem será o próximo a marchar junto com o capitão?