Anúncio

Acusação de pedofilia contra Wilson Lima (PSC) vira notícia nacional

Um suposto caso de pedofilia atinge eleitoralmente um dos candidatos nestas eleições estaduais, segundo material jornalístico publicado, nessa sexta-feira (28), no site da revista IstoÉ. (veja matéria na íntegra no fim do texto).

De acordo com a publicação, o jornalista Wilson Lima (PSC), é alvo de uma acusação que remete aos seus tempos de apresentador de TV. Ele é acusado de ter mantido “um romance” com uma menor de apenas 14 anos que contou em detalhes ao site da revista como teria sido seu envolvimento sexual com o jornalista. Sara Oliveira hoje tem 21 anos.

Sara afirma ter tido um caso com o jornalista em 2012. Ela conta que era fã de Wilson, que então apresentava um programa na TV A Crítica. Segundo ela, a televisão tinha por hábito estimular o contato entre seus funcionários e os telespectadores. Ocorre que no caso de Wilson e Sara a aproximação foi bem além desse encontro formal. Os dois não se encontraram em um restaurante, como ele afirma ter acontecido, mas sim em um hotel onde tiveram relações sexuais logo no primeiro encontro, disse Sara a Isto É.

Companhia comprometedora

Foram enviadas ao Radar fotos do candidato ao governo do Estado, Wilson Lima, acompanhado de um dos principais acusados na Operação Estocolmo deflagrada para investigar exploração sexual de crianças e adolescentes, o empresário Marcelo Alex. Em uma das fotos os dois estão acompanhados de duas jovens que não dá pra identificar a idade – propositalmente esfumaçamos os rostos das jovens como forma de preservá-las.

Em outra foto, Wilson Lima está acompanhado de Marcelo Alex numa Temakeria.

Leia a matéria “Pedofilia na eleição” publicada pela IstoÉ