Acusado de ser o mandante do atentado a bala contra ex-prefeito de Coari, é preso em operação do grupo Fera realizada no município

mandante

Durante operação do Grupo Fera, da Polícia Civil, realizada nos municípios situados no rio Solimões, entre eles o município de Coari, para apreender veículos roubados, foi preso Francisco Alberto Pachola, ex-subsecretário de Obras da cidade acusado no inquérito policial de ser o mandante do atentado a bala contra o então prefeito de Coari, Arnaldo Mitouso, no dia 05 de agosto de 2011. Na época, Pachola foi recolhido à penitenciária mas logo depois foi solto por força de um Habeas Corpus para responder o processo em liberdade.

Os policiais do Grupo Fera realizavam operação por toda cidade verificando a procedência de veículos supostamente roubados quando Pachola foi parado em uma dessas barreiras policiais. Ele trazia consigo uma pistola nove milímetros e foi preso por porte ilegal de arma de uso restrito. Ele está preso na Delegacia Interativa de Polícia em Coari. Alberto Pachola, atualmente, é dono de uma cozinha industrial na cidade e tem contrato de fornecimento de alimentação com a Prefeitura de Coari, fornecimento até mesmo para os policiais que trabalham em Coari.