Liderados por Roberto Cidade e Josué Neto, 16 deputados fazem eleição relâmpago para nova Mesa Diretora da ALEAM

Foto: reprodução

Deixando o regimento interno de lado, a maioria dos deputados estaduais elegeu o deputado Roberto Cidade (PV) como novo presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), por 16 votos a oito. A eleição foi marcada de forma relâmpago, após os parlamentares aprovarem a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 05/2020, nesta quinta-feira (3).

A deputada Alessandra Campelo, que já havia se pronunciado sobre a PEC, disse que a eleição conduzida pelo presidente Josué Neto foi irregular e imoral, pois os parlamentares ignoraram o Regimento Interno da Casa.

‘A gente vai votar contra o regimento, vai rasgar o regimento. Não adianta dizer que a Constituição é maior se o regimento não for respeitado. Não deu tempo de fazer essa alteração e por isso, essa eleição não deveria acontecer. A constituição é maior, mas o que regra o rito é o regimento interno. A pressa fez com que vocês esquecessem do básico. Golpistas, gananciosos e burros!”, ponderou Alessandra.

A deputada declarou, ainda, que nesse processo foram negociados favores e cargos como o de governador, vice-governador, e o de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

“Tudo dentro da Assembleia deve ser dentro do regimento interno, mas hoje foi arquitetado um golpe baixo e burro, pois não observaram as normas legais, nem para roubar a cadeira do governador e negociar a vaga do TCE”, disse Alessandra.

O presidente Josué Neto, acusado por Alessandra de não seguir o regimento, disse que a questão pode ser judicializada se, assim, os deputados que se sentiram prejudicados quiserem.

De acordo com Alessandra, a Chapa 2 já ingressou com uma ação na Justiça e todo esse imbróglio ainda terá mais alguns desdobramentos.

Votos

Votaram na Chapa 1 os deputados Adjuto Afonso, Álvaro Campelo, Carlinhos Bessa, Delegado Péricles, Mayara Pinheiro, Dermilson Chagas, Fausto Jr, Felipe Souza, João Luiz, Josué Neto, Terezinha Ruiz, Ricardo Nicolau, Roberto Cidade, Serafim Corrêa, Sinésio Campos e Wilker Barreto.

Na Chapa 2 os votos foram dados pelos deputados Abdala Fraxe, Alessandra Campelo, Augusto Ferraz, Belarmino Lins, Cabo Maciel, Dr Gomes, Joana Darc, e Saullo Vianna.