Adolescente morre após ser baleado em suposto confronto com a PM (Ver vídeo)

Foto: Reprodução

Morreu na madrugada desta segunda-feira (5), o jovem Guilherme da Silva Protázio, 17 anos, que residia no beco São José, bairro Compensa, zona Oeste de Manaus. O rapaz foi levado ao Hospital 28 de Agosto, após ter sido baleado em um suposto confronto com a Polícia Militar. Os familiares da vítima contam uma versão diferente dos policiais, onde estaria participando de uma brincadeira de Páscoa, quando os agentes chegaram atirando.

A mãe de Guilherme relata que os policiais chegaram sem perguntar nada, apenas atiram no momento em que os moradores estavam distribuindo chocolates em virtude da Páscoa.

A versão da Polícia Militar é que uma equipe da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) teria recebido uma denúncia de uma dupla que estaria armada no beco. Afirmam ainda que foram recebidos à tiros no local, quando apenas revidaram e atingiram Guilherme e o tio dele, um rapaz de 28 anos, que continua internado.

No entanto, a família dos baleados , contestam a versão contada pelos policias. Segundo informações de pessoas que estavam presentes no loca, os policiais teriam chegado e efetuado tiros na barriga de ambos os rapazes, em seguida jogando-os no camburão da polícia.

De início Guilherme, foi levado ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, e em seguida, encaminhado ao HPS 28 de Agosto, onde não resistiu e faleceu por volta das 3h desta segunda-feira.