Advogado Armando Freitas foi assassinado a tiros na Glória

 

O pai do presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB-AM), Glen Wilde Freitas, o ex-deputado estadual e advogado Armando Freitas, 80 anos, foi assassinado com um tiro no abdômen nessa sexta-feira (4), quando saía de casa, na rua Solimões, no bairro Glória, zona Oeste de Manaus.

As informações foram repassadas pela Assessoria de Comunicação da Polícia Militar e confirmadas por áudios da PM do momento da ocorrência. De acordo com a PM, o crime aconteceu por volta das 9h, quando um homem desceu de um carro modelo Cobalt cor branca, de placas não anotadas, e disparou três tiros contra o advogado, pai de Glen Wilde. Diz o áudio da PM: ” Os disparos foram realizados ali na Praça da Glória, na avenida Presidente Dutra. A vítima foi um ex-deputado, um advogado criminalista, Armando de Oliveira Freitas, 80 anos. O funcionário dele ( não vamos identificar por motivos de segurança) ouviu três disparos na frente do escritório” – o escritório fica no mesmo local da residência do advogado.

Ainda de acordo com a PM, Freitas foi levado para o Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, no bairro Adrianópolis, zona Sul. O advogado não resistiu ao ferimento.

O suspeito fugiu de carro sentido bairro São Raimundo, também na zona Oeste. Segundo moradores que presenciaram o crime, o homem trajava calça jeans e camisa vermelha.

Armando Freitas militava há mais de 40 anos na advocacia com foco forte na área criminal. Nas décadas de 80 e 90, defendeu diversas pessoas envolvidas com tráfico de drogas.

Há minutos, chegou ao Radar a informação de que o velório será na Assembléia Legislativa do Estado.