Advogado de Melo foi condenado há 2 anos de prisão por ter “divulgado ofensas” contra promotora de Justiça (ver documento)

Advogado de Melo foi condenado há 2 anos de prisão por ter “divulgado ofensas” contra promotora de Justiça (ver documento)Em decisão proferida pela juíza da 4ª Vara Federal, Ana Paula Serizawa Silva Podedworny, no dia 02 de maio desse ano, que acatou ação penal pública por calúnia e injúria, proposta pelo Ministério Público Federal, o advogado do governador José Melo e candidato à reeleição pela coligação “Fazendo mais por nossa gente”, José Fernandes Júnior, recebeu sentença de “2 anos de detenção e 30 dias de multa, fixado cada dia multa ½ do salário mínimo vigente à época” devido as “graves ofensas” ditas em entrevista a radio CBN/Manaus contra a promotora de Justiça da 17ª Zona Eleitoral, município de Humaitá, Simone Martins Lima, que atuava no pleito de 2010 (eleição de Omar e Melo para o governo) naquela cidade.

“Ou essa senhora está possuída daquela grave síndrome da diarréia mental: ou então ela tá tendenciosa e a serviço de alguém”, disse o advogado José Fernandes Junior atacando a promotora. Em sua decisão, a juíza federal entendeu que o advogado “imputou falsamente ato tipificado como criminoso  à promotora de Justiça no exercício da função eleitoral e ofendeu-lhe a dignidade e o decoro”. A juíza disse ainda em sua sentença que as consequências do crime são graves tendo em vista o abalo emocional da vítima”, já que as ofensas foram “divulgadas em entrevista de radio, com grande alcance atingindo inúmeras e inquantificáveis pessoas”.

Levando em conta o fato do advogado não ter antecedentes criminais, a juíza transformou a sentença de “pena restritiva da liberdade”, em “pena restritiva de direito”, o que significa que José Fernandes Júnior, conforme determinação da juíza, teria que “prestar serviços à comunidade na Liga Amazonense contra o Câncer (LACC), uma hora por dia de condenação, com no mínimo 7 horas e no maximal 14 horas de trabalho por semana, e ainda uma cesta básica por semestre de condenação no valor de um salário mínimo” – resta saber se o dito advogado está cumprindo a pena tão nobre de trocar sua arrogância por serviços à comunidade   ou decidiu recorrer da decisão da juíza, já que está a serviço do governador José Melo nesta eleição. (Any Margareth)

Clique nos documentos para amplia-los:

Processo-Pag 1

Processo-Pag 2

Processo-Pag 3

Processo-Pag 4

Processo-Pag 5

 

 

Processo-Pag 6

 

Processo-Pag 7

 

Processo-Pag 8