Advogado suspeito de tentativa de feminicídio é suspenso pela OAB

Foto: Patrick Marques

A Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB-AM) suspendeu por 90 dias o advogado Marcelo Gonçalves de Oliveira. Ele foi preso no dia 8 de abril e está sendo investigado por tentativa de feminicídio contra a ex-namorada, Teresa Victoria Mota Pinheiro, de 22 anos.

De acordo com a presidente da OAB-AM Grace Benayon, a suspensão se deu após decisão do Pleno do Tribunal de Ética e Disciplina que decidiu, por unanimidade, a medida.

O Pleno considerou a conduta cometida pelo advogado como “incompatível com a dignidade da advocacia nos termos do artigo 70, parágrafo 3º da Lei 8.906/94 do Estatuto da Advocacia”.

A conduta, segundo a OAB-AM, se refere a agressão cometida pelo advogado contra a ex-namorada Teresa Victória Mota Pinheiro, ocorrido em março.

“O Tribunal de Ética de Disciplina da Ordem dispõe de farto acervo de julgados no sentido de proteger as mulheres vítimas de violência, e apenas seguiu com seu posicionamento já conhecido nesse e em tantos outros casos similares, sendo absolutamente intolerante com essas condutas”, informou a OAB-AM por meio de nota.

Radar entrou em contato com a defesa do advogado, mas até a publicação desta matéria não obteve resposta.