Agendamento online de visitas a presídios está em fase de conclusão em Manaus

A fim de organizar as visitas nas unidades prisionais em Manaus, para evitar que familiares de detentos esperem por horas na frente de presídios em dias de visitas, um termo de cooperação entre a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e a Defensoria Pública do Estado (DPE-AM) está em fase de conclusão e deve ser assinado ainda esta semana.

A informação foi divulgada, nessa segunda-feira (8), durante uma reunião entre o defensor público geral, Rafael Barbosa, e o titular da Seap, tenente-coronel Marcus Vinícius Almeida. A medida foi tomada após as mortes de 55 presos ocorridas no final de maio.

Acompanhados de suas equipes técnicas, eles estiveram reunidos para ajustar os termos da parceria e definir como o agendamento das visitas poderá ser colocado em prática, a partir do sistema já usado pela DPE para marcar dia e hora dos seus atendimentos nas unidades da instituição.

Segundo a Defensoria meta é que o agendamento possa ser feito ainda em julho, mas a confirmação só virá na segunda quinzena deste mês. Para o defensor geral, o agendamento vai qualificar as visitas de familiares aos detentos.

“O intuito da Defensoria sempre foi de melhorar a condição do preso e também dos seus familiares. Entendemos que, para a ressocialização e para que a situação nos presídios não fique sob pressão, esse contato com o familiar deve acontecer de forma regular. Então a gente entende que o agendamento vai de algum modo criar uma estrutura de procedimento e trazer maior qualidade para essa visita”, afirma Rafael Barbosa.

Com o agendamento, cenas como a de familiares de presos aguardando por horas para entrar nos presídios de Manaus serão evitadas, destaca o titular da Seap.

“O objetivo principal da secretaria e da Defensoria é facilitar a vida do familiar. A gente tem que melhorar o atendimento a essas pessoas, porque esse é um serviço público. Há anos a tecnologia está disponível e a gente não conseguia avançar no sentido de facilitar esse agendamento. Isso vai evitar que as famílias tenham que chegar ali na entrada do ramal, na BR-174 (km 8), onde estão as unidades prisionais, às 4h para conseguir entrar às 13h”, disse o coronel Marcos Vinicius.

Com informação da assessoria da DPE-AM.