Agente penitenciário morreu após ser ferido por preso durante visitas no Compaj

Um agente penitenciário morreu, na tarde desse sábado (1), após ter sido ferido no pescoço por um detento, no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado no Km 7, da BR-174. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

Por meio de nota, a Seap informou que o agente identificado como Alexandre Rodrigues Galvão, de 37 anos, foi ferido com um golpe no pescoço proveniente de um estoque (barra de ferro pontiaguda) durante o horário de visita aos internos do pavilhão 3 na unidade prisional.

Segundo a nota, imagens do circuito integrado mostram que Alexandro foi atacado por um interno antes de fechar o portão de acesso à área de convivência. O crime teria sido motivado devido apreensão de materiais ilícitos nos procedimentos de revistas dos visitantes.

De acordo a Secretaria, o agente ainda chegou a ser encaminhado ao Hospital da Zona Norte, mas não resistiu aos ferimentos.

Após o crime, 12 presos suspeitos de participação foram encaminhados ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para apuração. Ainda de acordo com a Seap, o monitoramento foi reforçado no presídio e suspendeu a visitação aos presos neste domingo (2).