Agentes de portaria ameaçam abandonar escolas estaduais por falta de pagamento (Ver vídeo)

Foto: Rafa Braga

Um grupo de agentes de portaria que prestam serviços nas escolas estaduais, fizeram uma manifestação na manhã desta segunda-feira (23), em frente à Secretaria Estadual de Educação (Seduc), no bairro Japiim, zona Sul de Manaus, para reivindicar o pagamento dos salários atrasados.

De acordo com os manifestantes, os salários estão atrasados há quase dois meses e, caso não haja um acordo, hoje até as 14h, os agentes de portaria irão abandonar os postos.

Os trabalhadores foram contratados pela empresa Marco Coelho, que presta serviço terceirizado para o Governo do Amazonas. No total são 860 agentes de portaria que passam por esta situação em todo o Amazonas.

“A Seduc não tá repassando o pagamento para a empresa já tem seis meses e a empresa não tem como nos manter”, disse o agente de portaria Joás Alves.

Com cartazes pedindo por seus direitos, o grupo afirmou que só deixaria a Seduc mediante uma resposta.

“Eu queria que o governo honrasse com o compromisso deles, até então nós estamos trabalhando e segundo a nossa empresa, a Seduc não está repassando a verba” disse outro agente de portaria.

Em nota a Secretaria de Estado da Educação e Desporto (Seduc) informou que “tem honrado com os pagamentos à referida empresa, tendo a mesma a responsabilidade de pagar seus funcionários”.

A nota diz, ainda, que “nos últimos 11 meses, foram liquidados aproximadamente R$ 24.875.395,50 em favor da empresa Marco Coelho, sendo pagos, até o momento, R$ 16.893.246, em obediência ao cronograma estabelecido pela Secretaria de Fazenda (Sefaz)”.