Agosto Dourado incentiva a importância do aleitamento materno

(Foto reprodução / Radar Amazônico)

Estamos no mês do Agosto Dourado, criado para promover, incentivar e dar informações sobre amamentação. Em mais de 170 países é comemorada a semana da amamentação e várias ações são realizadas para que o tema seja abordado e divulgado. A cor dourada lembra a importância do leite materno e por ser considerado um alimento de qualidade ouro para bebês e crianças.

Uma pesquisa recente da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) apontou que apenas 40% das crianças com idade até seis meses, são alimentadas exclusivamente com o leite materno. Quando se trata do Brasil, o percentual cai para 38; uma realidade que precisa ser mudada, segundo especialistas.

A Semana Mundial de Aleitamento Materno de 2020 (SMAM) se concentra no impacto da alimentação infantil no meio ambiente, nas mudanças climáticas e na necessidade urgente de proteger, promover e apoiar o aleitamento materno para a saúde do planeta e de seu povo.

Diante disso, entre os dias 3 e 7 de agosto, instituições nacionais e mundiais desenvolverão uma programação especial alusiva à Semana Mundial do Aleitamento Materno. Aqui no estado, o programa inclui palestras, mesas redondas e até um cronograma de lives, com o objetivo de tornar mais abrangente o acesso ao conteúdo, sendo coordenado pela Associação Segeam (Sustentabilidade, Empreendedorismo e Gestão em Saúde do Amazonas). As lives vão ser feitas através do Instagram da Segeam e os vídeos  reproduzidos em plataformas como YouTube e Facebook.

Estão incluídas na programação as seguintes unidades estaduais de assistência obstétrica: Maternidades Balbina Mestrinho, Ana Braga, Chapot Prevost, Nazira Daou e Instituto da Mulher Dona Lindu. A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) realiza, de 3 a 7 de agosto, uma série de atividades e ações nas maternidades e Bancos de Leite Humano (BLHs) do Estado.

A abertura da semana é nesta segunda-feira (03), a partir das 9h, no Centro de Mídias da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, com a presença do secretário interino de Saúde, Marcellus Campêlo.

Importância do Leite Materno

De acordo com especialistas, o leite materno é o alimento mais completo que existe e é indispensável nos primeiros seis meses de vida, pois contém tudo que o bebê precisa, sem a necessidade de complementação por outros alimentos ou água, pois é considerado rico e completo para o um desenvolvimento saudável.

Entre os benefícios associados à amamentação, estão: alto valor nutricional do leite materno, proteção imunológica, menor risco de contaminação, além da redução da morbimortalidade infantil por diarreia e por infecções respiratórias.

Já para a mulher, ajuda na redução de desenvolvimento de diabetes, previne os cânceres de mama e de ovário, e promove a aceleração involuntária uterina, reduzindo o sangramento pós-parto.

Agosto Dourado 2020

A Semana Mundial de Aleitamento Materno de 2020 se concentrará no impacto da alimentação infantil no meio ambiente, nas mudanças climáticas e na necessidade urgente de proteger, promover e apoiar o aleitamento materno para a saúde do planeta e de seu povo.

O leite materno é um alimento natural e renovável, ambientalmente seguro e ecológico, porque é produzido e entregue ao consumidor com o mínimo de poluição, embalagem ou desperdício. O tema está em debate desde 1992 e foi tema das SMAM de 1997 e 2016.

FOTO: Rodrigo Santos/Susam e Divulgação