AGU bate recorde de pedidos no STF sob Bolsonaro


Com três anos e meio de governo, o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem o mandato recordista em uso da AGU (Advocacia-Geral da União) para tentar resolver entraves da sua gestão no STF (Supremo Tribunal Federal) em comparação com seus antecessores.

Sob Bolsonaro, o órgão responsável pela representação jurídica do governo já se iguala, em ações assinadas pelo presidente, ao número de vezes que o ex-presidente Lula (PT) acionou o Supremo em seus oito anos de gestão. Prevista na Constituição de 1988, a AGU foi implantada em 1993.

Crítico do Judiciário e na mira de investigações no STF, Bolsonaro tem usado essas ações tanto para solucionar conflitos de Estado como para reforçar posicionamentos ideológicos e bandeiras políticas.