Águas de Manaus é multada em R$ 1,5 milhão por falhas na prestação de serviço

Foto: divulgação

A concessionária Águas de Manaus foi multada em R$ 1,5 milhões pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Agemam). Ao todo a empresa recebeu três multas por falhas na prestação de serviço. As multas foram publicadas na segunda-feira, dia (19), no Diário Oficial do Estado (DOE).

A primeira multa foi em decorrência de prestação inadequada e ineficaz no abastecimento de água na Comunidade Grande Vitória, bairro Gilberto Mestrinho, zona Leste de Manaus. A Ageman alega também que a empresa não “apresentou soluções concretas”. O valor foi de R$ 521, 6 mil.

Na segunda punição, a Ageman informou que a Águas de Manaus não executou completamente o Plano de Exploração dos Serviços no ano de 2018. No documento, a agência informa que a Águas de Manaus não apresentou justificativas técnicas plausíveis para eliminar o descumprimento do Plano. A multa é de R$ 524 mil.

A Águas de Manaus ainda recebeu uma terceira multa, de R$ 521 mil, por não ter atingido as metas do Plano de Exploração dos Serviços e também por sua “omissão de apresentar justificativas”. A publicação não explicita em que ano ocorreu a infração.

Todos os casos foram apurados em processos administrativos abertos em 2019. Questionada, a Águas de Manaus não respondeu até a publicação desta matéria.

Veja as multas na íntegra