ALE aprova projeto de Belarmino Lins que concede título de cidadão do Amazonas a Henrique Alves

belarmino linsCom o aval de 21 parlamentares, o plenário da Assembleia Legislativa aprovou, na manhã desta quinta-feira (06), projeto de lei, de autoria do deputado estadual Belarmino Lins (PMDB), que concede o título de Cidadão do Amazonas ao deputado federal Henrique Alves (PMDB-RN), presidente da Câmara Federal.
“O Estado do Amazonas reconhece e valoriza a grande participação de Henrique Alves na aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prorroga por 50 anos os incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus. Temos certeza de que ele foi mais do que importante no encaminhamento da PEC aprovada em segundo turno na sessão da última quarta-feira (04) da Câmara dos Deputados, contribuindo para a preservação de pouco mais de 100 mil empregos no PIM”, justificou Belão.

Assinaram a propositura de Belarmino os deputados Josué Neto (PSD), presidente da ALEAM, Conceição Sampaio (PP), Alcimar Maciel (PR), Vera Castelo Branco (PTB), Tony Medeiros (PSL), Wanderley Dallas (PMDB), Orlando Cidade (PTN), Sidney Leite (PROS), Vicente Lopes (PMDB), Ricardo Nicolau (PSD), Fausto Souza (PSD), Adjuto Afonso (PP), Sinésio Campos (PP), Abdala Fraxe (PTN), Wilson Lisboa (PcdoB), Marcos Rotta (PMDB), Francisco Souza (PSC), José Ricardo (PT), Marco Antônio Chico Preto (PMN) e David Almeida (PSD).

Merecimento

Embora sem maiores vínculos políticos com o Amazonas, o deputado Henrique Alves,  de acordo com Belarmino, merece a distinção “pela forma como conduziu a PEC na Câmara, convocando e incentivando parlamentares a aprovar uma matéria estratégica  para o desenvolvimento econômico-social de toda a Região Norte”. Em discurso na ALEAM, Belão destacou também o empenho do ex-governador Omar Aziz (PSD), assim como do governador José Melo (Pros) e do prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB) na soma de esforços para a aprovação da PEC na Câmara, juntamente com toda a bancada federal do Estado no Congresso, inclusive os três senadores Eduardo Braga (PMDB), Vanessa Grazziotin (PcdoB) e Alfredo Nascimento (PR). “A união de todos valeu a pena e o resultado foi ainda mais bonito porque o Amazonas venceu”, frisou. Henrique Eduardo Lyra Alves nasceu em 9 de dezembro de 1948, no Estado do Rio de Janeiro. Formado em Direito e dono de vasto currículo, iniciou sua carreira política em 1970, elegendo-se deputado federal pelo antigo MDB (Movimento Democrático Brasileiro), conseguindo a reeleição em 1974 e 1978. Ao todo, é detentor de 11 mandatos na Câmara dos Deputados representando o Rio Grande do Norte.