Aleam inicia os trabalhos com leitura de mensagem de Wilson Lima; acompanhe minuto a minuto

Reprodução.

O governador Wilson Lima (PSC) abrirá, nesta terça-feira (5), a primeira sessão legislativa da 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) com a leitura da primeira mensagem anual do Governo.

A sessão de abertura dos trabalhos legislativos será coordenada pelo presidente da Aleam, deputado Josué Neto (PSD) e está previsa para iniciar às 9h, no plenário da Assembleia.

Na programação elaborada pelo cerimonial da Aleam, o presidente Josué Neto e deputados receberão o governador Wilson Lima, conduzindo-o à Sala Vip e, em seguida, abrirão a sessão solene na qual será designada uma comissão de deputados para conduzir o chefe do Executivo até o plenário Ruy Araújo.

08h47 – Policiais se posicionam para a chegada do governador Wilson Lima (PSC).

08h53 – Grupo de ex-servidores comissionados da Secretaria de Estado de Habitação (Suhab) faz uma pequena manifestação em frente a Assembleia. Eles tentarão falar com o governador Wilson Lima. Segundo eles, todos os servidores da Suhab foram exonerados com a troca de Governo e há apenas 78 servidores responsáveis pelo trabalho na Secretaria.

Eles tentaram entrar na Assembleia, para assistir a solenidade da Galeria do Plenário Ruy Araújo, mas foram impedidos pelos seguranças do Legislativo.

 

09h00 – O presidente da Aleam, deputado Josué Neto (PSD), acaba de chegar na Assembleia para solenidade.

09h15 – Governador Wilson Lima chega à Assembleia acompanhado de assessores e secretários. Por conta da chuva, ele foi recebido pelo presidente do Legislativo, deputado Josué Neto (PSD), no subsolo da Casa.

09h16 – Deputados se organizam no Plenário do Poder Legislativo para início da sessão legislativa com a leitura da mensagem governamental.

09h25 – Presidente da Assembleia, deputado Josué Neto, está no Plenário da Casa para dar início a solenidade.

09h27 – Ex-servidores comissionados da Suhab fazem uma manifestação em frente ao Plenário Ruy Araújo. Com faixas e cartazes eles cantam: “A bronca é sua, não mande a gente para rua”. Veja o vídeo:

09h30 – Presidente Josué Neto dá início a sessão legislativa. A comissão constituída pelos deputados Dra. Mayara, Serafim Corrêa e Dr. Gomes conduzirá o governador Wilson Lima ao plenário.

09h34 – Governador Wilson Lima é convidado a compor a Mesa do Plenário Ruy Araújo.

09h37 – Autoridades estão sendo convidadas a compor a Mesa da solenidade. A Prefeitura de Manaus está representada pelo vice-prefeito, Marcos Rotta.

09h41 – Após Hino nacional, Wilson Lima é convidado a fazer a leitura da mensagem governamental.

09h42 – Governador Wilson Lima inicia a leitura da mensagem governamental. Veja trechos da mensagem:

Economia

“Recebemos o Governo do Estado totalmente desestruturado administrativa e financeiramente. Minha equipe e eu tínhamos noção dos problemas, mas só quando chegamos as Secretarias e Autarquias, percebemos a atual realidade. Temos um rombo de R$ 3 bilhões. Tudo isso é a falta de compromisso com a coisa pública”.

“É gravíssima a crise financeira que abate o nosso Estado.”

“Não é simples mudar. Mas eu e minha equipe estamos trabalhando incansavelmente para entregar um Estado melhor. Vamos revisar a política tributária com foco a atração de investimentos e indústria de fármacos e cosméticos.”

“Vamos regularizar os contratos fazendo licitações, restringir contratações para aquisição de bens e serviços. Vou fazer uma reforma administrativa séria e profunda. O Estado precisa avançar, não pode continuar no passado.”

“Vamos proteger a Zona Franca de Manaus com todas as forças. Vamos ter que remar muito, mas não podemos prescindir da Zona Franca, não podemos e não vamos abrir mão dela.”

Saúde

“O descaso com aplicação da verba da Saúde é evidente. Nos últimos 4 anos, o Amazonas foi o Estado brasileiro que mais investiu na Saúde, mas esse investimento não se reverteu em qualidade de serviço. Não há controle sobre a execução do orçamento, as bases de dados precisam de atualização.”

“Em 15 anos, o Estado passou de 15 cooperativas médicas para mais de 230 empresas contratadas, mas de um terço dos pagamentos são sem cobertura contratual”.

Segundo o governador, há 75% de desabastecimento de remédios e insumos básicos na Central de Medicamentos do Amazonas (CEMA).

“Vamos tornar, e esse é meu compromisso pessoal, o sistema de Saúde do Amazonas transparente, eficiente.”

“Vamos fazer sacrifícios, mas vamos pagar os profissionais da Saúde e demais servidores.”

“Não podemos olhar para frente sem resolver o passado. É minha prioridade e vou organizar isto”, disse o governador quanto aos salários atrasados dos servidores terceirizados da Saúde.

“Nos próximos meses, abriremos mais 300 leitos no Hospital Universitário Getúlio Vargas. No primeiro semestre, iremos reduzir em 70% as filas e, a partir disto, vamos regularizar as filas do Sisreg onde há 100 mil pacientes”.

Educação

“Há lugares em que municípios e o Estado pagam pelo transporte escolar”.

“Garantiremos a universalidade de Ensino básico e reverter a desistência e evasão de alunos.”

“Teremos o programa Escola do Futuro com processos criativos e intensivos especialmente em Língua Portuguesa e Matemática.”

“Em parceria com outras Secretarias, iremos melhorar o fluxo escolar e diminuir a desistência dos alunos por meio de atividades suplementares.”

O governador anunciou programas de valorização dos profissionais da Educação.

Segurança Pública

O governador anunciou um projeto em parceira com o Governo Federal para tratar da Segurança Pública em um cenário macro, de fortalecimento da segurança nas fronteiras.

“O narcotráfico será sufocado para termos mais paz.”

“Vamos iniciar o policiamento Rocam-Moto, com inicialmente 60 motos.”

“Para os policiais, haverá a criação do Núcleo Jurídico de Apoio ao Policial em Atividade para que o policial seja atendido e tenha o amparo legal.”

“Será renovado o armamento, aumentando o poder de defesa do policial, mudando  calibre das nossas armas de .40 para 9 milímetros.”

10h00 – Enquanto governador Wilson Lima lê a mensagem governamental, professores e pedagogos protestam em frente ao Plenário Ruy Araújo por transparência na execução dos recursos do Fundeb.

“Nós não entendemos como o governador Wilson Lima que divulga que seu governo vai ser transparente, veta justamente uma lei que irá materializar o seu discurso, que é justamente a Lei da transparência do Fundeb, então nós queremos que ele revogue a lei”, disse Helma Sampaio.

10h13 – “Vamos construir um Amazonas melhor. Há espaço para todo mundo que quer trabalhar. Esse é um Governo do povo, esse é um Governo de todos nós”, disse o governador Wilson Lima, no término da mensagem governamental.

10h15 – Presidente da Assembleia, deputado Josué Neto (PSD), faz seu pronunciamento. Veja alguns trechos:

“Esta Casa segue o espírito da democracia. Atento ao discurso do governador, algo que me chamou atenção, foi ele dizer que como governador ele está representando a população. Os poderes são independentes, harmônicos e iremos contribuir para que os cidadãos tenham uma vida melhor. O respeito entre o Legislativo, Executivo e Judiciário será nossa bandeira de luta. Assim como o governador, recebeu a ampla votação, e chega em um momento com toda essa envergadura eleitoral e política, todos os 24 deputados também chegaram aqui pela vontade popular. Aqui não temos nenhum nomeado. Aqui, temos colegas valorosos que farão o seu trabalho, respeitando o Executivo”.

“Tenha aqui pessoas que vão ajudar o seu Governo, a sua equipe e que querem ver o povo do Amazonas com o mesmo sentimento que o senhor: que o nosso Estado passe do marco 0 para o marco 100”.

10h20 – Banda de música da Polícia Militar do Amazonas canta Hino do Amazonas para finalizar solenidade na Assembleia.

10h21 –  A solenidade está encerrada. O governador concederá uma coletiva de imprensa na Assembleia.