Alef Afonso de Souza

De acordo com a mãe dele, Radigy Afonso, no dia em que desapareceu Alef foi visto pela última vez por volta de meio-dia, em via pública, no beco Guaçu, Conjunto Japiinlândia, bairro Japiim, zona sul de Manaus. Na ocasião, ele vestia camisa de cor azul e bermuda quadrilhada. Desde então os familiares não tiveram mais notícias sobre o jovem.

A noticiante disse que Alef tem a frase “Só Deus pode me julgar” tatuada no abdômen. Ele teria, ainda, o desenho de uma coroa tatuado no lado direito do peito e mais cinco tatuagens no braço direito. Quem puder colaborar com informações sobre o caso, entrar em contato com os servidores da Deops pelo número: (92) 3214-2268. Para falar com Radigy, ligar para o número: (92) 99380-2320.

A Deops está situada nas dependências da Delegacia Geral, localizada na avenida Pedro Teixeira, nº 180, bairro Dom Pedro, em frente ao Centro de Convenções (Sambódromo), zona centro-oeste da cidade.