Anúncio Advertisement

Alta temporada deve movimentar mais de 167 mil passageiros em Manaus, afirma Infraero

Dados da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) apontam que entre os dias 17 de dezembro de 2018 e 06 de janeiro de 2019, são esperados aproximadamente 167.756 passageiros, entre embarques e desembarques, no Aeroporto Internacional de Manaus/Eduardo Gomes (AM). Este número é 1,7% superior à movimentação registrada no mesmo período dos anos de 2017 e 2018, quando 167.462 viajantes utilizaram o terminal manauara.

De acordo com a Infraero, a circulação de aeronaves também deve ter um incremento de 9%: serão 1.515 voos, entre pousos e decolagens, ante 1.387 operações do período anterior.

Nos 45 aeroportos da Rede Infraero com voos regulares, a expectativa, no período, é de receber cerca de cinco milhões de passageiros, entre embarques e desembarques. Este número é próximo ao movimento realizado entre 18/12/17 e 7/1/18, quando 5,06 milhões de pessoas chegaram e partiram nos mesmos terminais.

Plano de ação

A estimativa considerou a oferta de assentos das companhias aéreas para a alta temporada 2018/2019 e orientou um plano de ação que dará fluidez, conforto e segurança a quem vai viajar de avião. Já o movimento de aeronaves deve ser de aproximadamente 42 mil pousos e decolagens no período. Na temporada passada, foram 42,7 mil chegadas e partidas.

O monitoramento dos aeroportos também será reforçado com supervisores em todas as etapas de embarque e desembarque. Eles terão capacidade para atuar na correção de qualquer situação que possa prejudicar as operações. Junto com eles, equipes de limpeza e manutenção vão intensificar suas atividades, com atenção especial para os horários de maior movimento, garantindo que a demanda seja bem atendida.

Acompanhamento
As operações nos aeroportos de Congonhas, Santos Dumont, Curitiba, Recife e Manaus serão coordenadas pelos Centros de Gerenciamento Aeroportuário (CGA) localizados nestes terminais. O objetivo acompanhar, em tempo real, o funcionamento das instalações e conceber e implantar medidas para melhorar o funcionamento destes terminais para passageiros e aeronaves nas 24 horas do dia.

O CGA é composto por representantes da Infraero, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Polícia Federal, Receita Federal, Vigilância Sanitária, Vigilância Agropecuária e companhias aéreas.

Com informações da assessoria da Infraero.