Aluno da rede municipal de Manaus conquista prata em olimpíada nacional

Fotos: Cleomir Santos / Semed

Anthony de Oliveira Moura, de 15 anos, estudante da Escola municipal Antônia Pereira da Silva, na zona Norte de Manaus, ocupou a segunda colocação nas Olimpíadas Brasileiras de Astronomia e Astronáutica (OBA). O aluno foi medalhista de prata em um universo de 700 mil alunos de 15 mil escolas de todo o país.

“Nossos estudantes estão ocupando seus espaços entre a elite da educação brasileira. É mais uma prova de que estamos no caminho certo e de que as nossas ações pedagógicas agregam efetivo conhecimento. Espero muito mais desses alunos que começam a despontar, mais que bons profissionais, não tenho dúvida de que serão cidadãos mais conscientes e participativos”, destaca o prefeito Arthur Virgílio Neto.

Ao todo, 15 alunos, do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental, da escola Antônia Pereira, participaram da OBA 2018, realizada em maio, mas que teve seu resultado divulgado no último mês. No ano passado, a unidade já tinha se destacado na competição com a medalha de bronze da aluna Sarah Beatriz Ferreira. Além dela, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) também teve, em 2017, outro aluno vencedor da medalha de bronze, Argeu Reis de Jesus, da Escola Municipal Professora Aribaldina de Lima Brito, na zona Leste.

A OBA é realizada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e Agência Espacial Brasileira (AEB) e já é considerada a maior olimpíada estudantil do Brasil, tendo envolvido em suas 21 edições mais de oito milhões de estudantes, com o objetivo de fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia, Astronáutica e ciências afins, promovendo a difusão dos conhecimentos básicos de uma forma lúdica e cooperativa.

Com o prêmio nacional, Manaus mais uma vez dá provas do bom desempenho dos alunos da rede municipal. A cidade está entre as melhores capitais em Educação Básica do Brasil, conforme dados do último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).