Alunos da rede estadual de ensino ficam aglomerados e sem máscara em frente a escola (Ver vídeo)

Foto: Reprodução

Após o governador Wilson Lima anunciar que o processo de retomada das aulas seria efetuado de maneira segura e obedecendo todos os protocolos de segurança, o Radar recebeu um vídeo que mostra o contrário. (Veja o vídeo no fim do texto)

Nas imagens, é possível ver um grupo de alunos do Colégio Militar da Polícia Militar VII, localizado no bairro Lago Azul, aglomerados em frente a escola, evidenciando a falta de controle rígido do Estado para que os jovens tenham um comportamento preventivo e protetivo contra a propagação do novo coronavírus durante o processo de retomada das atividades escolares.

Além de descumprirem o distanciamento social, os estudantes não estavam utilizando nenhum equipamento de proteção individual (EPIs), como máscaras ou luvas, recomendados pelos principais órgãos de saúde, como a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) e o Ministério da Saúde.

O descumprimento das medidas protetivas contra a Covid-19 já era previsto pelos professores estaduais, que vêm realizando uma série de protesto desde o anúncio da retomada das aulas.

O risco de contaminação da Covid-19 é o principal fator apontado pelos educadores para que as aulas presenciais voltem a ser suspensas. Segundo os professores, não há como garantir que as medidas de proteção sejam respeitadas pelos alunos no ambiente escolar e as escolas da rede estadual de ensino não têm estrutura para garantir o isolamento social.

Alunos da rede estadual de ensino não obedecem medidas de proteção contra Covid-19

Posted by Radar Amazônico on Wednesday, August 12, 2020