AM defende em seminário ativos florestais como alternativa econômica 

O Amazonas está participando, nesta quinta-feira (14), do I Seminário Internacional de Defesa e Proteção da Amazônia, em Belém. O evento, que iniciou na terça (12), discute soluções inovadoras na área ambiental com diversos órgãos de segurança nacional e agências de governo e tecnologias para defesa da Amazônia e desenvolvimento sustentável da região.

Representando o Amazonas, o secretário de Estado do Meio Ambiente (Sema), Eduardo Taveira, destacou  a necessidade do fortalecimento da cooperação entre as instituições que atuam na Amazônia, buscando a construção de um novo modelo de desenvolvimento para a região, tendo os ativos florestais como pilar do crescimento econômico e científico para o estado.

“O seminário consolida um papel fundamental das Forças Armadas na proteção da Amazônia, não somente como um bioma, mas também como um patrimônio ambiental. É a oportunidade de unirmos forças com as instituições, centros de pesquisa e governos estaduais para transformarmos, de fato, os assuntos discutidos em uma realidade econômica  palpável, que leve desenvolvimento sustentável para região, reduzindo a pobreza e beneficiando as populações tradicionais e indígenas do estado”, defendeu o titular da Sema.

Participaram do Seminário militares do Ministério da Defesa, das Forças Armadas brasileiras, do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República e do Comandante Militar da Amazônia (CMA), além de demais representantes dos estados da Amazônia.

Com informações da assessoria da Sema.