AM teve mais de 91 mil trabalhadores admitidos neste ano, aponta Caged

O Amazonas teve 91.029 empregados admitidos de janeiro a agosto deste ano, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado na sexta-feira (21) pelo Ministério do Trabalho. No mesmo período, foram registrados 87. 577 desligamentos de trabalhadores no Estado, totalizando um saldo positivo de 3.452 novos postos de trabalho ocupados.

No mês de agosto, foram contratados 11.653 trabalhadores e desligados 9.861, gerando um saldo de 1.792. O número coloca o Estado em segundo na região Norte com maior volume de admissões no mês, atrás apenas do Pará, onde foram contratados 26.809 trabalhadores.

Em todo País, puxado pelo setor de Serviços, o emprego formal registrou crescimento de 0,29% em agosto, fechando o mês com um saldo positivo de 110,4 mil novas vagas. Houve no mês passado pouco mais de 1,353 milhão de admissões, contra 1,243 milhão de desligamentos.

Este é o oitavo mês consecutivo em que o número de novos contratos de trabalho supera as demissões no Brasil. Segundo o Ministério do Trabalho, o mercado formal tem apresentado resultados positivos no acumulado do ano e nos últimos doze meses. De janeiro a agosto, houve acréscimo de aproximadamente 568 mil vagas. Já na série histórica desde setembro do ano passado, o saldo positivo é de 357 mil postos de trabalho.

Segundo o Ministério do Trabalho, 22 unidades da Federação tiveram saldo positivo de vagas em agosto. Os cinco estados com desempenho negativo foram Acre, Sergipe, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Maranhão.

A primeira colocada foi a Paraíba, com a abertura de mais de 7 mil empregos, crescimento de 1,85% em relação ao mês anterior. Em seguida vêm, proporcionalmente, os estados de Alagoas, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Pará e Amapá. Com os dados, a região do Nordeste apresentou um crescimento percentual superior às demais regiões.

Com informações da Agência Brasil.