Amazonas bate recorde de mortes por Covid-19 em 24 horas; 86 foram registradas no boletim desta quarta-feira (6)

Foto: Arthur Castro/Secom

O Amazonas registrou nesta quarta-feira (6) 86 óbitos por Covid-19. O número é o mais elevado desde o dia 28 de abril de 2020, quando foram registradas 85 mortes em apenas 24 horas, de acordo com o Boletim Diário da Covid-19 da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM). Nesta quarta-feira, foram registrados, ainda, 2.192 novos casos da doença. No total, o estado chegou ao número de 207.092 casos confirmados do novo coronavírus.

Segundo o boletim, foram confirmados 86 óbitos por Covid-19, sendo 42 ocorridos na terça-feira (05/01) e 44 óbitos encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial, elevando para 5.500 o total de mortes.

A Prefeitura de Manaus informou que um total de 110 sepultamentos foram registrados nos cemitérios de Manaus, nesta quarta-feira (6). Desses, 92 foram nos espaços gerenciados pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp). Já nos cemitérios particulares, 18 enterros foram realizados. Houve o registro de apenas um óbito oriundo de outra cidade.

Entre as causas das mortes do total de sepultamentos nos cemitérios públicos da capital do Amazonas, 26 foram declaradas como Covid-19 e nos espaços privados foram registrados 10 óbitos pelo novo coronavírus.

Ainda segundo o Boletim da FVS, entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 1.210 pacientes internados, sendo 797 em leitos (295 na rede privada e 502 na rede pública), 391 em UTI (140 na rede privada e 251 na rede pública) e 22 em sala vermelha, estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos/graves para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde.