Amazonas confirma 865 novos casos de Covid-19 no estado e 13 mortes causadas pela doença

Foto: Mário Oliveira

O Amazonas confirmou mais 865 novos casos da Covid-19 no estado, de acordo com o Boletim Diário Covid-19 da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), divulgado nessa quarta-feira (28). Dentre eles, 802 (377 na capital e 425 no interior) foram detectados por testes rápidos, que identificam os anticorpos, sendo a maioria dos casos antigos que podem ter ocorrido no pico da pandemia, com data de início dos sintomas entre, pelo menos, oito e 180 dias ou mais das primeiras manifestações da doença.

Outros 63 foram detectados por RT-PCR, que aponta casos novos entre o 3º e o 6º dias da doença. Do total de casos detectados por RT-PCR, 41 são na capital e 22 do interior, totalizando 159.583 casos da doença no estado.

Segundo o boletim, foram confirmados 13 óbitos por Covid-19, sendo oito ocorridos no dia 26/10 e cinco óbitos foram encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial, elevando para 4.491 o total de mortes.

Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, na última terça-feira (27), foram registrados 36 sepultamentos e sete óbitos em domicílio. O boletim acrescenta ainda que 19.045 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas, o que corresponde a 11,88% dos casos confirmados ativos.

O Boletim agora passa a apresentar também informações de taxa de ocupação geral de leitos. Serão apresentados os números de internações com menos de 20 dias (pacientes na fase aguda da doença e em período de transmissão) e de internações superiores a 20 dias (pacientes em fase fora de período de transmissão da doença, mas que ainda necessitam de atendimento hospitalar especializado).

Outra informação nova na edição, apontada pela SES-AM, é a separação de internações adultas e infantis, com a finalidade de apresentar com maior precisão a taxa de ocupação de acordo com o perfil de pacientes.

Internações

Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 443 pacientes internados, sendo 282 em leitos clínicos (46 na rede privada e 236 na rede pública), 150 em UTI (51 na rede privada e 99 na rede pública) e 11 em sala vermelha na rede pública, que é a estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos/graves para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde.

Há ainda outros 55 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 40 estão em leitos clínicos (20 na rede privada e 20 na rede pública), 8 estão em UTI (na rede pública) e sete em sala vermelha na rede pública.

Notificação

O boletim é construído com as informações disponibilizadas diariamente pelas prefeituras municipais, todos os dias da semana, incluindo fins de semana e feriados. A consolidação dos casos notificados no Amazonas é realizada pela FVS-AM a partir de informações obtidas em três sistemas: e-SUS Notifica, Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) e o Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL), até às 10h de cada dia. Em Manaus, foram notificados 187.703 casos, enquanto no interior do estado, o número chega a 213.587.

Ao todo, 11 municípios não atualizaram o sistema de informação para consolidação dos dados do boletim, são eles: Alvarães, Amaturá, Benjamin Constant, Codajás, Eirunepé, Juruá, Jutaí, Santo Antônio do Içá, Novo Aripuanã, Tapauá, e Tonantins.

Municípios

Dos 159.583 casos confirmados no Amazonas até esta quarta-feira (28/10), 62.330 são de Manaus (39,06%) e 97.253 do interior do estado (60,94%).

Além da capital, os 61 municípios têm casos confirmados: Coari (7.380); Parintins (6.181); São Gabriel da Cachoeira (4.501); Manacapuru (4.211); Tefé (3.993); Humaitá (3.630); Carauari (3.069); Lábrea (2.970); Barcelos (2.773); Eirunepé (2.533); Presidente Figueiredo (2.422); Itacoatiara (2.420); Iranduba (2.329); Santa Isabel do Rio Negro (2.263); Ipixuna (2.114); Maués (2.028); São Paulo de Olivença (2.019); Tabatinga (1.934); Careiro (1.876); Benjamin Constant (1.637); Rio Preto da Eva (1.591); Manicoré (1.524); Pauini (1.415); Autazes (1.385); Boca do Acre (1.357); Santo Antônio do Içá (1.313); Atalaia do Norte (1.311); Alvarães (1.273); Barreirinha (1.257); Urucurituba (1.195); Nova Olinda do Norte (1.097); Itapiranga (1.079); Tapauá (1.041); Beruri (994); Amaturá (949); Anori (949); Guajará (947); Nhamundá (919); Fonte Boa (913); Envira (895); Novo Aripuanã (820); Uarini (812); Anamã (804); Urucará (772); Borba (750); São Sebastião do Uatumã (655); Tonantins (649); Itamarati (583); Manaquiri (565); Juruá (564); Maraã (562); Novo Airão (529); Silves (526); Canutama (502); Japurá (472); Boa Vista do Ramos (426); Jutaí (410); Caapiranga (360); Codajás (279); Apuí (266) e Careiro da Várzea (260).

Óbitos

Entre pacientes em Manaus, há o registro de 2.853 óbitos confirmados em decorrência do novo coronavírus. No interior, são 61 municípios com óbitos confirmados até o momento, totalizando 1.638.

A lista inclui Manacapuru (161); Parintins (141); Coari (114); Tefé (92); Tabatinga (83); Humaitá (78); Itacoatiara (78); Iranduba (59); São Gabriel da Cachoeira (58); Maués (46); Benjamin Constant (40); Lábrea (40); Autazes (37); Manicoré (36); Presidente Figueiredo (28); Santo Antônio do Içá (27); São Paulo de Olivença (26); Barcelos (25); Nova Olinda do Norte (25); Borba (23); Barreirinha (22); Careiro (22); Rio Preto da Eva (22); Manaquiri (20); Fonte Boa (19); Santa Isabel do Rio Negro (19); Carauari (18); Alvarães (17); Jutaí (16); Tonantins (16); Guajará (14); Nhamundá (14); Boca do Acre (13); Novo Aripuanã (13); Beruri (12); Uarini (12); Anori (11); Eirunepé (11); Amaturá (10); Ipixuna (10); Itapiranga (10); Caapiranga (9); Novo Airão (9); Urucará (9); Codajás (7); Juruá (7); São Sebastião do Uatumã (7); Urucurituba (7); Itamarati (6); Silves (5); Tapauá (5); Atalaia do Norte (4); Careiro da Várzea (4); Maraã (4); Pauini (4); Apuí (3); Boa Vista do Ramos (3); Canutama (3); Envira (2); Anamã (1) e Japurá (1).

*Com informações da Assessoria.