Amazonas fecha outubro com saldo de 651 empregos formais, aponta Caged

Foto: Karla Vieira/Semcom

Em outubro deste ano, o saldo de trabalhos formais no Amazonas ficou positivo ao registrar um ganho de 651 mil vagas e variação de 0,14% em relação ao mês anterior. O setor que impulsionou o bom resultado foi o comércio com a abertura de 434 empregos. 

Em seguida, aparecem os setores da indústria da transformação (308), extrativa mineral (140) e agropecuária (89), quando juntos abriram 537 vagas no período. Já dois dos principais setores fecharam com saldo negativo no período: construção civil (-232) e serviços (-114). Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo  pelo MTPS (Ministério do Trabalho e Previdência Social). 

No total houve 12.355 contratações contra 11.704 desligamentos nesse período em todo o Amazonas. De janeiro a outubro foram feitos 129.125 admissões no Estado e 115.897 demissões, com saldo de 13.228 empregos. A expansão é de 2,97% em relação a 2018. Já nos últimos 12 meses, o número de vagas abertas chegaram a 11.562, variação de 2,58%.

Comércio 

Conforme dados do Caged, o saldo de 651 vagas em outubro equivale à variação positiva de 0,45% em relação ao quantitativo de trabalhadores que atuaram com carteira assinada no mês de setembro. O comércio varejista foi o setor que mais contratou no período. 

Durante o mês houve 3.252 contratações contra 2.818 demissões no setor, chegando a contabilizar um saldo positivo de 434 postos de trabalho. 

Em relação ao acumulado do ano, o setor também fecha com bom desempenho. De janeiro a outubro foram 31.385 contratações e 30.964 demissões, o que representa saldo de 421. Já nos últimos 12 meses, o número de vagas abertas chegaram a 2.234, variação de 2,44%.