Amazonas Filarmônica apresenta Mozart e Ary Barroso nesta quinta-feira (17)

blank

O Amazonas Filarmônica apresenta repertório para metais com Mozart e Ary Barroso nessa quinta-feira (17), no Teatro Amazonas, às 20h, entrada gratuita e agenda pelo Portal da Cultura ou site. A apresentação também será transmitida pelo Facebook da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (@culturadoam).

O regente adjunto da Amazonas Filarmônica, Otávio Simões, explica que a orquestra continua com pequenas formações no palco, seguindo a tendência de orquestras ao redor do mundo, como medida para evitar aglomerações de músicos e se prevenir contra a Covid-19. Após o concerto voltado para percussão, a Filarmônica explora mais um grupo específico de sua extensão.

“A música de câmara, estas pequenas formações, oferece um repertório imenso e riquíssimo. Formamos vários grupos ao longo desses meses pensando nesse momento de pandemia e, agora, chegamos aos metais, em que pensamos em juntar todos os instrumentos com um repertório muito cativante”, diz Simões.

Serão apresentadas obras de compositores como Paul Dukas, Giovanni Gabrieli, Nick Woud, Wolfgang Amadeus Mozart, Thomas Tallis, Gilberto Gagliardi e Ary Barroso.

Funcionamento

Em setembro, o funcionamento do Teatro Amazonas para visitas turísticas permanece de terça a sábado, das 9h às 15h. O espaço permite grupos de visitas com até 20 pessoas, para evitar aglomerações.

Continuarão no mês de setembro, também, as visitas noturnas, nas quais o público pode conhecer o patrimônio e ainda acompanhar trechos de ensaios dos Corpos Artísticos. Nos dia 16 de setembro, os ensaios são da Orquestra de Câmara do Amazonas (OCA), com o início da visita às 18h30, e, no dia 22 de setembro, o ensaio é da Amazonas Band, com início da visita às 19h15.

O agendamento para as visitas já está disponível pelo link bit.ly/agendaespacos.

Protocolos

O Teatro Amazonas continua adotando todos os protocolos para prevenir a transmissão da Covid-19, como distanciamento social de 1,5 metro, totens de álcool em gel em pontos estratégicos, funcionários treinados e com equipamentos de proteção, aferição de temperatura na entrada do espaço e limpeza e higienização do local.

A saída do público após os eventos é realizada de forma imediata pelas portas laterais e frontais. Não é permitida a permanência no Hall do Teatro Amazonas.