Amazonas recebe mais 18 pacientes do Acre e Rondônia para continuar tratamento da covid-19 em “Operação Gratidão”

Djalma Junior/ SECOM

O Amazonas recebeu, na madrugada deste sábado (20), 15 pacientes de Rondônia e 3 pacientes do Acre para dar continuidade ao tratamento de Covid-19 em Manaus. Eles foram encaminhados para o Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, unidade referência no tratamento da doença no estado.

O Amazonas passou a receber pacientes de Rondônia e do Acre por conta do colapso no sistema de saúde enfrentado nos estados vizinhos. Entre janeiro e fevereiro, foi o Amazonas que enviou pacientes por conta do colapso local. A taxa de ocupação de leitos de UTI na rede pública do Amazonas, na sexta, estava em 81,97%.

Os dois aviões pousaram por volta de 3h, na base da Força Aérea Brasileira (FAB), o Aeroporto de Ponta Pelada, na zona sul de Manaus. Para a operação foram destacadas 21 ambulâncias, sendo três destinadas a possíveis emergências. Ao todo foram transferidos, neste sábado, 10 mulheres e oito homens, vindos de Rondônia e do Acre.

Leitos

O Amazonas ofertou, até o momento, 30 leitos para Rondônia e Acre – 12 de UTI e 18 clínicos. Até este sábado (20), a “Operação Gratidão” realizou a transferência de 24 pacientes, sendo 21 de Rondônia e três do Acre. O perfil de nove pacientes é de estado grave e os demais 15 são pacientes de estado moderado.